ATIVIDADE DE DRAGAGEM E CIRCULAÇÃO DE MASSAS DE ÁGUAS OCEÂNICAS: POSSÍVEIS INFLUÊNCIAS NAS CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS NA PLATAFORMA CONTINENTAL INTERNA ADJACENTE À BAÍA DE GUANABARA (RJ)

  • Fabiane Bertoni dos Reis Programa de Pós-Graduação em Dinâmica de Oceanos e Terra Instituto de Geociências, Universidade Federal Fluminense. Avenida Gen. Milton Tavares de Souza s/nº - Gragoatá – Campus Praia Vermelha – Niterói – Rio de Janeiro. Bolsista do Projeto – Secretaria Nacional de Portos.
  • Leonardo Lima Programa de Pós-Graduação em Dinâmica de Oceanos e Terra Instituto de Geociências, Universidade Federal Fluminense. Avenida Gen. Milton Tavares de Souza s/nº - Gragoatá – Campus Praia Vermelha – Niterói – Rio de Janeiro. Bolsista do Projeto – Secretaria Nacional de Portos.
  • Estefan Monteiro da Fonseca Programa de Pós-Graduação em Dinâmica de Oceanos e Terra Instituto de Geociências, Universidade Federal Fluminense. Avenida Gen. Milton Tavares de Souza s/nº - Gragoatá – Campus Praia Vermelha – Niterói – Rio de Janeiro.
  • André Belém Programa de Pós-Graduação em Dinâmica de Oceanos e Terra Instituto de Geociências, Universidade Federal Fluminense. Avenida Gen. Milton Tavares de Souza s/nº - Gragoatá – Campus Praia Vermelha – Niterói – Rio de Janeiro.

Resumo

A atividade de dragagem é realizada em regiões portuárias para o aprofundamento, o alargamento e a manutenção do livre acesso das embarcações, bem como para a prevenção de acidentes e perdas, tendo, no entanto, como consequências mudanças na hidrodinâmica, nas características geofísicas e eventualmente alterações na geoquímica da água e do sedimento. Diante disso, o presente estudo visa caracterizar as massas d’água da entrada da Baía de Guanabara/RJ, Brasil, incluindo a área de descarte do material dragado
da região. Esta análise inicial será referência para estudos posteriores de como essa atividade pode alterar e/ou potencializar a circulação das águas e suas consequências. A partir de dados históricos e com o uso do software de análise oceanográfica Ocean Data View, foi possível observar a variabilidade sazonal natural da área, permitindo levantar questões que dão início a este tipo de análise, bem como a identificação de alguns impactos negativos e positivos no âmbito ambiental decorrente dessas correlações.


Palavras-chave: dragagem, ACAS, Baía de Guanabara.

Publicado
2021-01-19