A COLEÇÃO MALACOLÓGICA DO MUSEU OCEANOGRÁFICO PROF. ELIÉZER DE CARVALHO RIOS, RS, BRASIL, COMO REPOSITÓRIO DA BIODIVERSIDADE BIOLÓGICA

Paula Spotorno de Oliveira, Paulo Márcio Santos Costa

Resumo


As coleções biológicas são importantes fontes de informação e testemunhos de biodiversidade, permitindo o desenvolvimento de pesquisas existentes e futuras. Além da disseminação de conhecimento especializado para a comunidade científica, as coleções são de grande importância para a educação do público em geral, apoiando atividades do ensino fundamental à pós-graduação, tais como programas de educação ambiental. A manutenção dessas coleções auxilia na conservação de espécies ameaçadas, aumentando a conscientização pública para as questões ambientais e preservação da biodiversidade. Os museus são locais adequados para o armazenamento, manutenção e apresentação das coleções biológicas. Ao longo das últimas cinco décadas, o Museu Oceanográfico Prof. Eliézer de Carvalho Rios recebeu reconhecimento mundial por abrigar uma coleção de referência de ampla abrangência geográfica, reunindo mais de 52.000 lotes de amostras. Dada a sua representatividade, tanto numérica quanto qualitativa, ela desempenha papel importantíssimo na preservação da herança biológica e merece menção como um repositório da biodiversidade biológica de moluscos marinhos no Brasil.


Palavras-chave


Coleção Biológica, Malacologia, Biodiversidade, Museu

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Arquivos de Ciências do Mar

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.