http://periodicos.ufc.br/contextus/issue/feed Contextus – Revista Contemporânea de Economia e Gestão 2021-10-18T15:12:25-03:00 Revista Contextus revistacontextus@ufc.br Open Journal Systems <p>Revista da Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC), da Universidade Federal do Ceará (UFC), com edições anuais e artigos publicados em fluxo contínuo nas áreas de Economia, Administração, Ciências Contábeis e afins. Publica artigos inéditos em português, inglês e espanhol.</p> http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/59985 Efeito da adoção da Lei Anticorrupção no valor de mercado das companhias brasileiras listadas no Ibovespa 2021-05-28T15:24:52-03:00 Fernando Maciel Ramos framos@unc.br Gabrielle Secchi Hohn gabrielle-hohn@hotmail.com Lucas Antônio Vargas lucas.antonio.vargas@gmail.com <p>Atualmente a corrupção é um assunto muito abordado, bem como as práticas anticorrupção, que estão sendo cada vez mais exigidas no mercado financeiro. O objetivo deste estudo foi analisar o efeito da adoção da Lei Anticorrupção sobre o valor de mercado das empresas de capital aberto brasileiras listadas no Ibovespa. A amostra foi composta por 229 observações, referentes aos anos de 2014 a 2018. A partir das estimações econométricas realizadas, os resultados evidenciam um efeito positivo da adoção de práticas anticorrupção sobre o valor de mercado das companhias. Dada a problemática da corrupção no cenário brasileiro, esse estudo contribui para informações que incentivem a regulamentação do mercado, organizações e seus <em>stakeholders</em> na adoção e divulgação das práticas anticorrupção.</p> 2021-01-11T00:51:57-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/60146 Os efeitos da Covid-19 sobre os desempenhos das ações dos setores da B3 2021-05-28T16:34:43-03:00 Antonio Vinicius Silva Caldas aulasdefinancas@gmail.com Emerson de Sousa Silva mersonico@yahoo.com.br Antonio Franscisco de Almeida Silva Júnior afranc13@gmail.com Ulysses de Brito Cruz ulyssescruz@infonet.com.br <p>Este trabalho teve como objetivo verificar o comportamento dos setores produtivos da B3 durante a pandemia de Covid-19, considerando o período de 2 de janeiro a 12 de maio de 2020. Esta pesquisa descritiva e quantitativa analisou o retorno médio mensal e o volume negociado de 55 setores. As técnicas utilizadas na análise dos dados foram: análise de clusters, diferença em diferenças e os testes de randomicidade, normalidade e correlação serial. Concluiu-se que a Covid-19 afetou os grupos de maneira diversa, sendo que um deles se comportou como um mercado de eficiência fraca. O estudo traz como contribuição a constatação empírica de que os setores que compõem a B3 apresentaram comportamentos distintos diante da pandemia no novo coronavírus.</p> 2021-01-25T14:01:20-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/61435 Organizational wrongdoing: Um ensaio teórico sobre a maleabilidade do curso de ação das decisões éticas 2021-05-28T16:50:46-03:00 Fabíola Caldeira de Medeiros Rocha fabiola.caldeira.fc@gmail.com Karina de Deá Roglio karinaroglio@gmail.com <p>Neste ensaio teórico, apresentamos uma reflexão sobre irregularidades organizacionais (<em>wrongdoing</em>), tratando ética e moralidade a partir de uma perspectiva sociológica, explorando as regras que atores constroem para orientar seu comportamento no ambiente organizacional. Teoricamente, nos baseamos em uma revisão não exaustiva sobre as perspectivas sociológicas dominantes e emergentes para <em>organizational wrongdoing</em>; ética comportamental; e a racionalização do comportamento antiético nas organizações. Nessa reflexão, nos afastamos do pensamento implícito de que os participantes da organização são regulados, apenas, por agentes de controle externos e da visão dicotômica das decisões éticas, concedendo um papel protagonista para uma terceira alternativa: a das escolhas justificáveis socialmente, que constitui uma nova possibilidade de análise do <em>wrongdoing, </em>ainda pouco compreendida e com implicações à teoria organizacional.</p> 2021-02-08T18:02:58-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/61424 A construção de práticas empreendedoras em empresas familiares: Um estudo no setor de cachaça artesanal 2021-05-31T16:11:13-03:00 Alex Fernando Borges alexfborges@gmail.com Carolina Lescura de Carvalho Castro Volta carolescura@gmail.com Mozar José de Brito mozarbrito@gmail.com Juvêncio Braga de Lima jbragadelima@gmail.com <p>O objetivo deste trabalho consistiu em compreender a construção de práticas empreendedoras em empresas familiares. Para tanto, foram estudadas, com base em um estudo qualitativo de casos múltiplos, quatro organizações familiares que atuam no setor de produção de cachaça artesanal. Verificou-se que as práticas empreendedoras de criação de organizações, de construção, identificação e exploração de oportunidades, de produção e comercialização, e de inovação, quando analisadas em conjunto, contribuíram para a evolução, competitividade e sobrevivência dessas empresas. Diante disso, considera-se que a abordagem do empreendedorismo pela via das práticas empreendedoras pode constituir uma alternativa para o desenvolvimento de estudos e pesquisas, e contribuir para uma análise mais compreensiva do fenômeno empreendedor em geral, e de empresas familiares em particular.</p> 2021-02-22T09:31:05-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/61610 Atração de pessoas nas startups: Discursos de sedução 2021-05-31T16:21:24-03:00 Sabrina Guimarães de Faria sabrina.g.faria@ufv.br Adriana Ventola Marra aventola@ufv.br Bruno Medeiros Ássimos bruno.assimos@gmail.com Mariana Mayumi Pereira de Souza mariana.mayumi@ufv.br <p>Este estudo teve como objetivo analisar estratégias de persuasão das <em>startups</em> para seduzir e atrair potenciais candidatos. Foram selecionadas oito <em>startups</em> por acessibilidadee, entrevistados os responsáveis pela Gestão de Pessoas destas. O corpus da pesquisa foi analisado pela Análise do Discurso. Os resultados apontaram para sete estratégias de persuasão no recrutamento, que são as oposições no discurso:nós versus eles, as redes sociais e o <em>employer branding</em>, os modismos do <em>pop management</em>, a diversidade como discurso, a flexibilidade, o ambiente descontraído e o discurso do crescimento. Todos estes temas aparecem como estratégias de persuasão e sedução que torna o discurso organizacional sutil e envolvente. As <em>startups</em> estabelecem implicitamente relações interdiscursivas com o discurso capitalista.</p> 2021-03-08T13:19:08-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/61280 Capacidades coletivas em inovações sociais à luz do Ciclo 5C: Uma análise da Rede Paraibana de Bancos Comunitários 2021-05-31T16:39:32-03:00 Leonardo Ferreira Batista leonardofb.leo@gmail.com Suzanne Érica Nóbrega Correia suzanne.enc@gmail.com <p>Este artigo tem como objetivo analisar empiricamente as variáveis de representação do Ciclo 5C de desenvolvimento de capacidades coletivas em inovações sociais: Capital, Conscientização, Conciliação, Colaboração e Confluência. Traz relevância aos estudos da área, bem como uma contribuição para estratégias que desenvolvam as capacidades coletivas nas iniciativas sociais. Construiu-se um estudo dos múltiplos casos da Rede Paraibana de Bancos Comunitários de Desenvolvimento. Evidenciou-se que a utilização do capital e as práticas de confluência são refletidas principalmente na difusão de práticas das iniciativas. Conclui-se, sob uma perspectiva de capacidades coletivas, que a análise desse framework em contextos reais subsidia práticas de desenvolvimento de capacidades coletivas e promove melhoria da gestão de iniciativas de inovação social e o consequente desenvolvimento local.</p> 2021-03-22T00:09:47-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/60978 Adoção de novas tecnologias: Um estudo com não usuários do sistema de solicitação de emissão de CPF pela internet, com ênfase em aspectos sociodemográficos 2021-05-31T16:53:55-03:00 Nery Domingos Gomes de Souza domnery123@gmail.com Josivania Silva Farias josivania@unb.br <p>Este estudo analisou fatores determinantes da não adoção do serviço de emissão de CPF disponibilizado de forma digital, distinguindo cidadãos não adotantes em função de variáveis demográficas e de hábito de uso de tecnologias. Teve como base teórica a Unified Theory of Acceptance and Use of Technology 2 (UTAUT2). O estudo quantitativo descritivo obteve amostra de 383 clientes dos Correios. A consistência interna do instrumento foi aferida pelo Alpha de Cronbach, foram analisadas correlações de Pearson e Spearman entre variáveis, além de testes: T de Student, ANOVA e Qui-quadrado. Concluiu-se que há uma complexidade para atender necessidades do usuário dadas as características demográficas existentes no Brasil. O estudo recomenda ações para o desenvolvimento de plataformas mais intuitivas, para incrementar a difusão da plataforma digital.</p> 2021-04-05T10:30:04-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/62492 Antecedentes do empreendedorismo na trajetória de carreiras de egressos de empresas juniores 2021-06-15T14:53:40-03:00 Aleciane da Silva Moreira Ferreira alecyane@yahoo.com.br Elisabeth Loiola beteloiola10@gmail.com Sônia Maria Guedes Gondim sggondim@gmail.com <p>Objetiva-se avançar na compreensão dos antecedentes individuais e contextuais do empreendedorismo na trajetória de carreira de empreendedores egressos de empresas juniores. Entrevistas semiestruturadas foram feitas com 15 empreendedores. As narrativas individuais foram submetidas à análise de conteúdo temático categorial. Os resultados apontam haver motivações múltiplas para empreender e que a experiência em empresas juniores ajuda no desenvolvimento de atitudes favoráveis ao empreendedorismo. Na percepção dos entrevistados, o ensino universitário oferece poucas oportunidades de formação empreendedora. Com base nas trajetórias, foi proposto um modelo compreensivo simplificado, que poderá contribuir para orientar ações educacionais empreendedoras no contexto universitário.</p> 2021-04-19T00:44:33-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/61445 Elementos influenciadores da adoção tecnológica: Estudo de caso sobre a gestão em uma instituição de ensino 2021-06-15T15:28:53-03:00 Caroline Oliveira Melo caroline.oliveiramelo@gmail.com Maria Conceição Melo Silva Luft ceicamelo.ufs@gmail.com Ronalty Oliveira Rocha ronaltyrocha@gmail.com <p>Esse estudo buscou analisar, sob o ponto de vista dos gestores educacionais, e tendo como base o framework TOE, os fatores determinantes, impulsionadores e criadores de barreiras à adoção e implementação de tecnologias da informação e comunicação no âmbito de uma instituição de ensino. Foi realizado um estudo qualitativo, descritivo e exploratório, adotando-se o estudo de caso único como estratégia de pesquisa. Os dados foram coletados em entrevistas, pesquisa documental e observações diretas, posteriormente submetidos à análise de conteúdo. Considerando o framework TOE, os resultados demonstram que os principais determinantes à adoção tecnológica estão vinculados ao contexto ambiental; que os elementos impulsionadores estão dispostos no contexto organizacional; e que os elementos criadores de barreira envolvem os contextos organizacional e ambiental.</p> 2021-05-03T00:01:15-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/61274 Redes de coautoria dos programas brasileiros de pós-graduação em Contabilidade 2021-07-15T16:26:57-03:00 Larissa Marx Welter larissamarxwelter@gmail.com Ângela Rozane Leal de Souza angela.rsl@gmail.com Brenda Borba Trajano brendaborbatrajano@gmail.com Ariel Behr behr.ariel@gmail.com <p>Este estudo objetivou analisar a configuração da rede social de coautoria dos programas de pós-graduação stricto sensu em Contabilidade existentes no Brasil, no quadriênio 2013-2016, a partir da produção docente de artigos publicados em periódicos científicos. Realizou-se um estudo documental, analisando-se, a partir de ferramentas de caráter sociométrico, 291 currículos lattes de todos os docentes permanentes de 21 programas de pós-graduação em Contabilidade, com mestrado e doutorado. Os principais achados da pesquisa indicam baixa densidade das redes sociais de coautorias dos docentes. Porém, observa-se uma elevação dessa densidade, se comparada com estudos similares anteriores, indicando um aumento histórico das coautorias. Verificou-se que características individuais dos docentes influenciam seus potenciais de contribuição para fomento das parcerias, tanto entre autores quanto entre programas de pós-graduação.</p> 2021-05-17T00:21:48-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/68011 Ecossistema empreendedor: Análise da contribuição de universidades na criação de empresas de base tecnológica 2021-07-15T16:37:12-03:00 João Paulo Moreira Silva joao.msilva@live.com Liliane de Oliveira Guimarães lilianeog@pucminas.br Edmundo Inácio Júnior edmundo.inacio@fca.unicamp.br José Márcio de Castro josemarcio@pucminas.br <p>Este artigo teve por objetivo analisar como as instituições de ensino superior contribuem na criação de empresas de base tecnológica. O método de pesquisa foi o de casos múltiplos, representados por duas universidades e cinco empresas de base tecnológica de Belo Horizonte. Foram selecionados negócios que tivessem como fundador aluno ou ex-aluno das universidades pesquisadas. Os resultados mostraram que as instituições apresentam estruturas e programas robustos, mas ainda atuam de forma pouco integrada internamente. Além disso, os empresários não identificam contribuição da sua formação universitária na sua trajetória empreendedora. O estudo contribui para a compreensão do papel da universidade no ecossistema empreendedor. Do ponto de vista teórico, o estudo identificou categorias de análise para se avaliar universidades empreendedoras.</p> 2021-05-31T01:14:25-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/62600 Estresse tecnológico e a intenção de permanecer nas organizações: A qualidade de vida e o conflito trabalho-lar medeiam essa relação? 2021-06-14T19:15:38-03:00 Ozaias Wagner Ferreira de Carvalho ozaias_carvalho@hotmail.com Marcia Juliana d'Angelo mjdangelo@terra.com.br <p>Este estudo descritivo quantitativo discute os efeitos do estresse tecnológico no conflito trabalho-casa, na qualidade de vida e na intenção de permanecer nas organizações entre os usuários de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) em seu trabalho diário. É uma pesquisa descritiva e quantitativa com 473 respondentes de empresas públicas e privadas. Os resultados confirmam os efeitos negativos dos criadores do estresse tecnológico e os efeitos positivos dos inibidores do estresse tecnológico no conflito trabalho-casa, na qualidade de vida e na intenção de permanecer nas organizações. Por fim, a qualidade de vida medeia parcialmente a relação entre o estresse tecnológico e a intenção de permanecer nas organizações.</p> <p>&nbsp;</p> 2021-06-14T19:14:30-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/61612 Agressividade fiscal e evidenciação tributária: Um estudo das companhias brasileiras de capital aberto 2021-07-22T20:23:43-03:00 Gabriela Silva de Castro Moraes gabrielascmoraes@gmail.com Eduardo Mendes Nascimento e.mn@uol.com.br Sandro Vieira Soares sandrovieirasoares@hotmail.com Bernardo Fernandes Lott Prímola bernardoflprimola@gmail.com <p>O objetivo deste estudo consiste em analisar o efeito da agressividade fiscal sobre a transparência corporativa nas companhias brasileiras de capital aberto. A pesquisa partiu de uma amostra de 256 empresas não financeiras, listadas na B3 do período de 2010 a 2018. Foi desenvolvido um índice de disclosure a partir do CPC 32 para, então, proceder a um painel com as medidas de agressividade fiscal (Effective Tax Rates – ETR, Cash Effective Tax Rate – CashETR e Book-Tax-Differences – BTD) como variáveis explicativas. Os achados revelaram que agressividade fiscal influencia negativamente a transparência corporativa; e que os setores de indústria e comércio, o tamanho da companhia, o nível de alavancagem e a rentabilidade influenciam positivamente a divulgação informacional.</p> 2021-06-27T23:59:45-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/62547 Disclosure social das empresas brasileiras referente aos objetivos de desenvolvimento sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU): Um estudo da divulgação das metas relacionadas ao objetivo de igualdade de gênero 2021-07-22T20:30:21-03:00 Editinete Andre da Rocha Garcia editinete@ufc.br Isnara Anterio Araújo isnaraanterio@outlook.com Antonio Rodrigues Albuquerque Filho antoniofilhoufc@hotmail.com <p>Este artigo teve como objetivo verificar se as empresas que elaboraram seus relatórios observando o padrão da Global Reporting Initiative (GRI) e que foram submetidos a auditoria, bem como se as empresas que fazem parte da carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) adotam maior disclosure de igualdade de gênero. A pesquisa baseou-se na análise de 61 relatórios de sustentabilidade publicados em 2019, no padrão GRI. A partir da adoção de método quantitativo, os resultados do estudo demonstram que as empresas brasileiras apresentam um nível médio de 51,9% de disclosure das diretrizes do GRI relacionadas ao ODS5. Constatou-se que a asseguração dos relatórios afeta positivamente o disclosure do ODS5, enquanto a participação da empresa no ISE não apresentou significância estatística.</p> 2021-07-11T23:59:22-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/62721 Absorptive capacity: Um panorama da trajetória evolutiva de redes de pesquisas (1976-2020) 2021-08-19T15:58:52-03:00 Karina Teixeira Lima kktlima@hotmail.com Vinicius Farias Moreira viniciusfmoreira@yahoo.com.br <p>Este estudo analisa a evolução das publicações científicas sobre capacidade absortiva (Absorptive Capacity – ACAP) entre 1976-2020 para a construção de um panorama de pesquisas. Trata-se de um estudo bibliométrico de análise de cocitação utilizando análise de clusters, a qual foi realizada por meio do software VOSviewer. Os resultados mostram a aplicação da capacidade absortiva para explicar fenômenos organizacionais e revisaram a literatura para identificar suas dimensões de realização: aquisição, assimilação, transformação e aplicação. Observam-se vínculos entre capacidade absortiva e inovação, a exemplo do investimento em projetos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&amp;D) como uma prática relevante para o fomento da ACAP, estimulando a aquisição, assimilação, transformação e exploração de conhecimentos externos nas organizações.</p> 2021-07-26T18:38:08-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/67949 Algocracia: Uma análise crítica sobre a gestão mediada por algoritmos 2021-08-19T16:11:34-03:00 Ianaira Barretto Souza Neves nai_barreto@hotmail.com Fernando Ressetti Pinheiro Marques Vianna fvianna2009@hotmail.com Bruno do Nascimento Sutil bruno.sutil@gmail.com <p>O objetivo desse artigo teórico é apresentar a temática da algocracia e seus contornos sob uma lente crítica, especialmente no que tange a utilização dos algoritmos pelas organizações, especialmente na mediação da gestão do trabalho. Esse sistema é pautado na busca por eficiência, e legitimado pelas novas tecnologias de informação e comunicação, afetando relações de trabalho e estruturas organizacionais, seus aspectos culturais, econômicos, sociais e políticos. Para tanto, observamos esse modelo de gestão por algoritmos pela lente dos estudos críticos de gestão. Argumentamos que o contexto neoliberal camufla as disparidades entre organizações e trabalhadores, ao legitimar a ideologia da flexibilidade, e usando os algoritmos para capturar dados, processá-los e, em seguida, decidir sobre as atividades e avaliações dos trabalhadores.</p> 2021-08-09T08:58:14-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/70798 Empreendedorismo social como agente na intermediação da inovação social em empresas 2021-08-24T21:45:01-03:00 Nathan Pedroni de Oliveira nathan_pedroni@hotmail.com Paola Schmitt Figueiró paolaadm@gmail.com Ana Clara Aparecida Alves de Souza clara.ufc@gmail.com <p>As organizações têm papel fundamental na mitigação da desigualdade social, com destaque para empresas sociais. Assim, o objetivo foi analisar de que maneira um empreendimento social pode atuar como um agente intermediário ao desenvolver projetos para empresas convencionais que desejam promover a inovação social. Foi realizado um estudo de caso em um empreendimento social localizado na cidade de Porto Alegre/RS, que desenvolve projetos de impacto social para outras organizações. Os dados foram provenientes de observação participante, entrevistas, sites e vídeos. Os resultados indicam que a inovação social é gerada a partir da interação entre as empresas clientes e o público beneficiado, por meio da intermediação promovida pela empresa analisada, ao conduzir o processo de criação e implementação dos projetos sociais.</p> 2021-08-23T08:48:16-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/70971 Efeitos das vivências de prazer e sofrimento patogênico no trabalho de profissionais da área de contabilidade 2021-09-06T08:57:03-03:00 Vinícius Costa da Silva Zonatto viniciuszonatto@gmail.com Micheli Aparecida Lunardi michelilunardi01@gmail.com Larissa Degenhart lari_ipo@hotmail.com Bruna da Silva da Silva Gonçalves bruuna.s.goncalves@hotmail.com <p>Este estudo investiga as vivências de prazer e sofrimento no contexto de trabalho de 365 profissionais contadores, avaliando suas relações e seus efeitos no desempenho de tarefas. Também identifica estratégias de enfrentamento utilizadas para confrontar as vivências de sofrimento experimentadas. Pesquisa descritiva foi realizada mediante levantamento, com aplicação de técnicas quantitativa e qualitativa de análise dos dados. Os resultados revelam que profissionais contadores estão expostos a tensões do ambiente organizacional, que resultam no aparecimento de vivências de prazer e/ou sofrimento patogênico, decorrentes das condições deste ambiente, as quais influenciam, de algum modo, suas atitudes, comportamentos e desempenho no trabalho. Profissionais contadores respondem de maneira distinta para confrontar situações de sofrimento experimentadas, sendo planejamento e priorização das atividades de trabalho as principais estratégias de enfrentamento adotadas.</p> 2021-09-06T08:55:19-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/71201 Valores do trabalho para estudantes de stricto sensu em contabilidade das gerações Y e Z 2021-09-22T12:12:04-03:00 Rayane Camila da Silva Sousa rayanecamila.pi@gmail.com Romualdo Douglas Colauto rdcolauto.ufpr@gmail.com <p>O estudo analisa os valores do trabalho interpretados como significativos para estudantes das gerações Y e Z do stricto sensu em contabilidade. Participaram da pesquisa 337 estudantes de pós-graduação stricto sensu da área de Contabilidade, sendo 246 da geração Y e 91 da geração Z. O estudo utiliza a Escala Revisada de Valores Relativos ao Trabalho, Análise Descritiva e Análise Fatorial Exploratória. Os valores do trabalho considerados mais importantes foram aqueles sobre estabilidade no trabalho e independência financeira que compuseram o fator Segurança; os valores menos importantes foram aqueles relacionados ao status, soberania e prestígio que compuseram o fator Poder. Os achados ajudam os gestores a conhecerem as características das novas gerações e no ambiente acadêmico possibilita repensar práticas educativas</p> 2021-09-20T08:59:17-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/71415 Marcas de luxo: Conscientização e imagem e sua influência na lealdade e no engajamento 2021-10-06T07:53:59-03:00 Valentín Gallart-Camahort valentin.gallart@uchceu.es Eugenio de la Oliva-Ramos eugenio.de@alumnos.uchceu.es Laura Fernández-Durán laura.fernandez5@uchceu.es <p>Este trabalho é baseado no conceito de Brand Equity no setor de luxo. Analisa as relações entre Conscientização, Imagem e Lealdade, incluindo Engajamento em sua relação com as variáveis comentadas. Um modelo teórico foi especificado e testado por Análise Fatorial Confirmatória. As hipóteses foram testadas executando um modelo de equações estruturais. Cada hipótese resultou ser significativa. O modelo se ajustou bem aos dados. As conclusões obtidas a partir da análise dos dados permitem descrever os efeitos que ocorrem entre as variáveis, sendo importantes para a sua gestão para que os gestores das empresas de luxo possam aumentar o valor das suas marcas.</p> 2021-10-04T07:24:11-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/71301 A transformação digital e o conhecimento organizacional: Uma revisão sistemática da literatura 2021-10-18T15:12:25-03:00 Rita de Cássia Arantes ritadecassia.arantes@gmail.com Michele Morais Oliveira Pereira michele.pereira@ufv.br Cleber Carvalho de Castro clebercastro@ufla.br Andrea Aparecida da Costa Mineiro andreamineiro@uol.com.br José Augusto Oliveira jaugusto.oliveira@outlook.com <p>A literatura tem apontado que a Transformação Digital (TD) está impondo às empresas uma completa mudança organizacional. Contudo, ainda há um entendimento limitado sobre as mudanças relativas ao conhecimento e seus processos nesse cenário. Diante disso, o objetivo foi verificar como o campo de estudo de gestão do conhecimento está se desenvolvendo diante das mudanças ocasionadas pela TD. O estudo utilizou três bases de dados para a coleta de artigos, sendo os dados analisados com o <em>VOSviewer </em>e análise de conteúdo. Os resultados indicam que as empresas devem desenvolver novos recursos e capacidades (comuns e dinâmicos) para aproveitar as oportunidades da TD. O estudo contribui para melhor compreensão sobre o conhecimento como um recurso estratégico na TD.</p> 2021-10-18T07:20:38-03:00 Copyright (c) 2021 Revista: apenas para a 1a. publicação