http://periodicos.ufc.br/contextus/issue/feed Contextus – Revista Contemporânea de Economia e Gestão 2022-06-28T10:10:58-03:00 Revista Contextus revistacontextus@ufc.br Open Journal Systems <p>Revista da Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC), da Universidade Federal do Ceará (UFC), com edições anuais e artigos publicados em fluxo contínuo nas áreas de Economia, Administração, Ciências Contábeis e afins. Publica artigos inéditos em português, inglês e espanhol.</p> http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/71500 Qualidade de vida no teletrabalho, redesenho do trabalho e bem-estar no trabalho de professores de ensino público no Distrito Federal 2022-03-22T13:31:31-03:00 Tatiane Paschoal tatipas@yahoo.com Priscila Maria da Silva priscila.maria2008@hotmail.com Gisela Demo giselademo@gmail.com Natasha Fogaça natasha.adm@gmail.com Mario Cesar Ferreira ferreiramariocesar@gmail.com <p>Esta pesquisa testou os impactos de percepções de qualidade de vida no teletrabalho e do redesenho do trabalho no bem-estar no trabalho de professores da rede pública de ensino. Uma amostra de 184 professores respondeu ao questionário com escalas validadas no Brasil. Análise fatorial confirmatória e modelagem por equações estruturais foram conduzidas. Tanto a percepção de qualidade de vida no teletrabalho quanto as ações de redesenho explicaram o bem-estar e contribuíram para a investigação de lacunas da literatura organizacional e do trabalho. O diagnóstico traçado avança ao caracterizar o perfil das vivências de professores em trabalho remoto, evidenciando as relações entre as variáveis abordadas em um contexto de trabalho em transformação que se acelerou durante a pandemia da Covid-19.</p> 2022-01-11T07:57:07-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/71897 A crítica à pesquisa-ação em Administração como uma via de resgate do seu potencial para a ação transformadora 2022-02-08T08:49:25-03:00 Angélica Pereira Soares angelica.soares@ifpi.edu.br Débora Coutinho Paschoal Dourado debora.cpdourado@ufpe.br <p>Este artigo objetivou analisar como tem sido aplicada a pesquisa-ação no campo da Administração no Brasil. Realizou-se uma pesquisa bibliográfica, a partir do <em>Scientific Periodicals Eletronic Library (SPELL).</em> Para o <em>corpus </em>de pesquisa foram selecionados 22 artigos, analisados a partir de quatro categorias pré-definidas: intervenção, intervenção com participação, beneficiários e aspectos sociopolíticos ou técnicos. Os achados apontam que a maioria dos artigos analisados utiliza a pesquisa-ação de forma limitada, reduzindo-a a uma técnica para a resolução de problemas gerenciais e desviando sua potencialidade transformadora. Destaca-se, aqui, a importância de uma pesquisa-ação que considere o contexto dos envolvidos, a fim de que não se aplique soluções prontas aos problemas da coletividade estudada.</p> 2022-01-25T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/72218 A influência do gênero na relação entre enriquecimento trabalho-família e comportamento de cidadania organizacional de militares brasileiros 2022-02-09T14:48:10-03:00 Raquel Paiva Neves do Nascimento Rocha quelprocha@gmail.com Luis Felipe Dias Lopes lflopes67@yahoo.com.br Deoclécio Junior Cardoso da Silva deocleciojunior2009@hotmail.com Martiele Moreira martiele18moreira@gmail.com Joana Vieira dos Santos jcsantos@ualg.pt <p>O estudo tem como objetivo analisar a influência do gênero na relação entre o Enriquecimento Trabalho-Família (ETF e EFT), Comportamentos de Cidadania Organizacional (CCO) e os possíveis efeitos moderadores que a EFT poderá vir a ter nas relações da ETF com as dimensões da escala CCO entre militares da força aérea brasileira. Por meio de um estudo quantitativo, realizou-se as análises utilizando-se do método Partial Least Squares Structural Equation Modeling (PLS-SEM) e multigroup analysis (MGA). Os resultados demonstram que a relação entre as dimensões do ETF e as dimensões do CCO são iguais entre os gêneros. Contudo, a pesquisa possibilita conhecer as características que contribuem para o processo de Enriquecimento Trabalho-Família e para a manifestação de Comportamento de Cidadania Organizacional.</p> 2022-02-08T08:33:51-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/71414 Fenomenografia como método de pesquisa para a educação em Administração 2022-02-22T09:09:14-03:00 Gabriela Tavares dos Santos gabi_campina@hotmail.com Anielson Barbosa da Silva anielson@uol.com.br <p class="ListaColorida-nfase11" style="margin: 0cm; text-align: justify; line-height: normal;"><span style="font-size: 9.0pt; font-family: 'Arial',sans-serif;">Este ensaio teórico caracteriza a fenomenografia como método de pesquisa para ampliar a compreensão do fenômeno da educação em administração no Brasil. A evolução histórica, o posicionamento epistemológico e os elementos básicos do método são apresentados, além de uma descrição do processo de pesquisa fenomenográfica, com ênfase no cenário, e os procedimentos de coleta e análise de dados para identificar as percepções ou concepções convergentes. Para o ensino de Administração, os resultados dos estudos embasados na fenomenografia podem auxiliar os agentes envolvidos no processo de ensino-aprendizagem a compreender como alunos e professores vivenciam os fenômenos e auxiliar não só na forma como os currículos são estruturados, mas também no processo de planejamento e ensino no ambiente onde os alunos aprendem.</span></p> 2022-02-22T08:58:54-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/72151 Mapeamento científico na Scopus com o Biblioshiny: Uma análise bibliométrica das tensões organizacionais 2022-03-08T09:10:03-03:00 Maria do Socorro Torres Silva mariatorresns@gmail.com Verônica Macário de Oliveira veronicamacario@gmail.com Suzanne Érica Nóbrega Correia suzanne.enc@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O objetivo deste estudo é realizar um mapeamento bibliométrico da produção científica construída em torno das tensões organizacionais, um dos assuntos centrais da literatura internacional de gestão. Para tanto, foi realizada uma análise bibliométrica das publicações indexadas na </span><em><span style="font-weight: 400;">Scopus</span></em><span style="font-weight: 400;"> durante os últimos 20 anos, operacionalizada com o auxílio do </span><em><span style="font-weight: 400;">software Biblioshiny</span></em><span style="font-weight: 400;">, do </span><em><span style="font-weight: 400;">RStudio</span></em><span style="font-weight: 400;">. Os principais resultados indicam um crescimento representativo da produção acadêmica nos últimos 5 anos. Há predominância de pesquisas qualitativas e teóricas, que abrangem quase a totalidade dos estudos analisados. Além disso, o trabalho apresenta os autores, países, periódicos e artigos mais influentes, destacando temas motores e básicos, tópicos de tendência, lacunas e oportunidades de pesquisa do campo investigado.</span></p> 2022-03-08T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/72469 Perfil de pesquisa sobre qualidade na auditoria interna 2022-03-22T13:43:28-03:00 Luciana Sales Marques Bissol luciana_sales@id.uff.br Ualison Rébula de Oliveira ualison.oliveira@gmail.com <p>As lacunas acerca da atividade de auditoria interna (AAI), como a qualidade na auditoria interna (QAI), começaram a ser apontadas por pesquisas desenvolvidas após a divulgação da Lei Sarbanes-Oxley (SOX). Por constituir um assunto que ainda está em desenvolvimento na literatura, este artigo busca delinear o perfil de pesquisa sobre a QAI no período de 1999 a 2021. Para este fim, foi efetuado o perfil bibliométrico sobre o tema, resultando na identificação de como a área de pesquisa progrediu ao longo dos últimos 22 anos, englobando os aglomerados de pesquisa, os principais campos de estudo e as redes de citações. Como resultado, foram gerados dois mapas: um baseado em dados de texto e um baseado em dados bibliográficos.</p> 2022-03-22T07:52:00-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/72212 Empreendedorismo público à luz das teorias da prática 2022-04-05T14:56:19-03:00 Camila de Assis Silva camila_assis16@hotmail.com Elisabeth Thaiane Tercino de Araújo elisabethtercino@yahoo.com.br José Edemir da Silva Anjo jose.anjo@estudante.ufla.br Valéria da Glória Pereira Brito vgpbrito@gmail.com Daniela Meirelles Andrade daniela.andrade@ufla.br <p>O objetivo deste estudo é compreender a ação empreendedora no empreendedorismo público à luz das teorias da prática. É realizado um diálogo com as articulações teórico- conceituais entre a noção de ação empreendedora presente nos estudos de empreendedorismo público com o movimento dos estudos das teorias da prática. Foram utilizados essencialmente dados secundários, tendo como base a produção científica referente ao objeto estudado, os quais foram analisados por meio de uma revisão narrativa. Pôde-se observar que o elo entre as teorias da prática e o empreendedorismo no setor público, consiste na ação empreendedora. Isso é possível devido ao fato de que a ação empreendedora permite considerar o empreendedorismo público como uma prática.</p> 2022-04-05T07:53:03-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/77887 Consumo político: Uma revisão integrativa 2022-04-19T18:02:11-03:00 Juliana de Oliveira Becheri julianabecheri@gmail.com Lauriene Teixeira Santos lauriene.tsantos@gmail.com Joel Yutaka Sugano joel.sugano@gmail.com Paulo Henrique Montagnana Vicente Leme paulo.leme@ufla.br <p><span style="font-weight: 400;">Os consumidores, gradualmente, têm adquirido consciência sobre a força de seu consumo, no sentido de expressar descontentamentos, opiniões e reivindicar melhorias da atuação organizacional. Haja vista o extenso arcabouço teórico sobre o assunto, o objetivo deste artigo consistiu na integração das pesquisas de consumo político por meio de uma revisão integrativa nas bases de busca da WOS e Scopus. Ao final dos procedimentos metodológicos, obteve-se 36 artigos que foram analisados por meio da técnica da análise de conteúdo. Os resultados mostram que as influências pessoais e motivações para o consumo político encontram suas bases em fatores sociodemográficos, ideologia política e utilização da internet. Através de um </span><em><span style="font-weight: 400;">framework </span></em><span style="font-weight: 400;">sintetizou-se as fases do consumo político, as principais ações e atores envolvidos.</span></p> <p><span style="font-weight: 400;">&nbsp;</span></p> 2022-04-19T10:19:15-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/72806 Inteligência cultural, experiência internacional e internacionalização precoce: Um ensaio sobre a conexão dos construtos 2022-05-03T07:36:08-03:00 Rejane Roecker rej.adm@gmail.com Dinorá Eliete Floriani dinora@univali.br <p><span style="font-weight: 400;">O presente artigo tem o objetivo de discutir como os construtos experiência internacional, inteligência cultural e internacionalização precoce estão conectados, conforme as respectivas perspectivas teóricas. O entendimento de como a experiência internacional dos gestores gera inteligência cultural e impulsiona a internacionalização precoce não foi abordado pela literatura de negócios internacionais, considerando aspectos do empreendedor e da organização. Observa-se que a experiência internacional resulta em três características: o conhecimento cultural, habilidades culturais e metacognição. As características do gestor podem ser incorporadas ao modelo proposto, demonstrando a conexão entre experiência internacional, inteligência cultural e internacionalização precoce, pois englobam a orientação internacional do gestor, reconhecimento mais rápido das oportunidades internacionais e uma internacionalização mais acelerada.</span></p> 2022-05-03T07:34:43-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/77949 Fatores explicativos das competências coletivas em equipes de design de moda 2022-05-17T07:35:15-03:00 Luiz Henrique da Silva luizhenrique301@hotmail.com Tatiani Schmitt tatiani.schmitt@hotmail.com Francielle Molon da Silva franmolon@yahoo.com.br Tatiana Ghedine tghedine@univali.br Alessandra Yula Tutida sachatutida@hotmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Este artigo possui como objetivo identificar os fatores explicativos das competências coletivas em equipes de design de moda. Utilizando-se de uma </span><em><span style="font-weight: 400;">survey</span></em><span style="font-weight: 400;"> com 22 equipes de design de moda catarinenses, foram aplicadas as técnicas de análise de dados fatorial exploratória e análise de variância. Os resultados demonstraram quatro fatores explicativos presentes: espírito coletivo, interação, cooperação e relacionamento. Nossas descobertas deixaram evidente o quanto esses fatores são relevantes na composição e formação dos grupos, manifestando-se como atributos explicativos e essenciais para as competências coletivas. A combinação sinérgica dos fatores encontrados permite às equipes desenvolverem ações compartilhadas em prol da organização do trabalho, a partir das interações e visões, que mesmo distintas, podem ser compartilhadas.</span><br><br></p> 2022-05-17T07:30:14-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/78225 Compensações (trade-offs) envolvidas nas práticas de consumo sustentável: Um estudo sobre a percepção dos consumidores 2022-05-31T08:13:17-03:00 Cindy Loureen Bernardo Lima cindieloub@gmail.com Érica Maria Caliópe Sobreira erica.mcs21@gmail.com Ana Paula Moreno Pinho ana.pinho@ufc.br Áurio Lúcio Leocádio aurioleocadio42@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Este artigo investigou como os consumidores percebem as compensações (</span><em><span style="font-weight: 400;">trade-offs</span></em><span style="font-weight: 400;">) envolvidas no consumo sustentável. Tratou-se de uma pesquisa de campo, exploratória e com abordagem qualitativa, em que foram entrevistadas 9 consumidoras que se autodeclaram adeptas do consumo sustentável. A maioria das entrevistadas estava ciente de que existem trade-offs envolvidos nesse consumo. Porém, observou-se que elas tendem a simplificar os conceitos abordados, enfatizando o aspecto ambiental, em especial, o descarte de resíduos. Essa tendência reflete nas práticas de consumo, muito voltadas para o reuso em detrimento de outros aspectos da sustentabilidade como a economia de recursos e o não-consumo.</span></p> 2022-05-31T07:59:37-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/78275 Autonomia, multitarefas e bem-estar: Percepções no teletrabalho 2022-06-14T07:46:32-03:00 Daniele Caroline da Silva danielecarolined@gmail.com Sayonara de Fátima Teston sayonara.teston@unoesc.edu.br Patrick Zawadzki patrick.zawadzki@unoesc.edu.br Suzete Antonieta Lizote lizote@univali.br Ieda Margarete Oro ieda.oro@unoesc.edu.br <p><span style="font-weight: 400;">O objetivo do estudo consistiu em avaliar a percepção de trabalhadores em relação à autonomia, controle atencional para multitarefas e bem-estar. A abordagem é quantitativa, descritiva, survey, de corte transversal. Técnicos-administrativos em educação do Instituto Federal de Santa Catarina responderam aos instrumentos. Concluiu-se que há relação negativa entre controle atencional para multitarefas e bem-estar no trabalho, que a dimensão de motivação autônoma de autonomia se relaciona com o bem-estar e controle atencional para multitarefas se relaciona com motivação autônoma. O estudo contribui para o avanço da compreensão de temas comportamentais, cognitivos e emocionais no contexto do teletrabalho.</span></p> 2022-06-14T07:45:24-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação http://periodicos.ufc.br/contextus/article/view/78394 Indicadores do comportamento dos empreendedores sociais em nível individual 2022-06-28T10:10:58-03:00 Tárcila Bezerra Vasconcelos tarcilabezerravasconcelos@gmail.com Verônica Macário de Oliveira veronicamacario@gmail.com Suzanne Érica Nóbrega Correia suzanne.enc@gmail.com <p><span class="TextRun SCXW110530621 BCX0" lang="PT-BR" xml:lang="PT-BR" data-contrast="auto"><span class="NormalTextRun SCXW110530621 BCX0">Esta pesquisa tem como objetivo identificar os indicadores do comportamento dos empreendedores sociais em nível individual que estão sendo explorados nas pesquisas sobre o tema e a estrutura conceitual associada a esta mensuração. Adotou-se uma abordagem </span><span class="NormalTextRun SpellingErrorV2Themed SCXW110530621 BCX0">quali</span><span class="NormalTextRun SCXW110530621 BCX0">-quantitativa de natureza descritiva e exploratória. As bases de dados utilizadas foram a </span></span><span class="TextRun SCXW110530621 BCX0" lang="PT-BR" xml:lang="PT-BR" data-contrast="auto"><span class="NormalTextRun SCXW110530621 BCX0">Web </span><span class="NormalTextRun SpellingErrorV2Themed SCXW110530621 BCX0">of</span><span class="NormalTextRun SCXW110530621 BCX0"> Science</span></span><span class="TextRun SCXW110530621 BCX0" lang="PT-BR" xml:lang="PT-BR" data-contrast="auto"><span class="NormalTextRun SCXW110530621 BCX0"> (</span><span class="NormalTextRun SpellingErrorV2Themed SCXW110530621 BCX0">WoS</span><span class="NormalTextRun SCXW110530621 BCX0">) e o Scopus. A amostra da pesquisa foi composta por artigos publicados entre os anos de 2000 à 2020. Foi constatada a existência de três tipos principais de linhas de pesquisa, são elas: a intenção social empreendedora, características comportamentais, e orientação social empreendedora. Entre os indicadores, os de maior destaque são: a autoeficácia empreendedora, suporte social, experiência anterior, obrigação moral e empatia.</span></span><span class="EOP SCXW110530621 BCX0" data-ccp-props="{&quot;201341983&quot;:0,&quot;335551550&quot;:6,&quot;335551620&quot;:6,&quot;335559740&quot;:259,&quot;469777462&quot;:[3686],&quot;469777927&quot;:[0],&quot;469777928&quot;:[1]}">&nbsp;</span></p> 2022-06-28T10:08:21-03:00 Copyright (c) 2022 Revista: apenas para a 1a. publicação