A MASTURBAÇÃO NOS LIVROS DIDÁTICOS DE CIÊNCIAS: UMA ANÁLISE A PARTIR DOS CONCEITOS DE BIOPOLÍTICA E DE DISPOSITIVO DA SEXUALIDADE

Joana Viana de Barros

Resumo


Este estudo parte da interpretação de Foucault (1988) de que a patologização do jovem masturbador, em meados do século XVIII, teria tido um papel de destaque na construção do dispositivo da pedagogização do sexo. Além disso, o vínculo entre os conceitos de biopolítica e de dispositivo da sexualidade, nas páginas finais de A vontade de saber, serviu como um direcionamento importante rumo ao objetivo desta investigação: compreender as transformações das redes de sentido sobre a masturbação, ao traçar um paralelo entre o material didático publicado na década de 1990 e a bibliografia que relata as redes de sentido produzidas nos séculos anteriores (FOUCAULT, 2010, COSTA, 2004). Para isso, eu analisei os textos dos livros didáticos de Ciências, segundo os preceitos dos conceitos de formação discursiva e de discurso elaborados por Foucault. O conceito de biopolítica, por sua vez, parte do pressuposto de que, a partir da modernidade, a categoria população se torna um operador teórico fundamental na interface poder/saber e que a sexualidade seria um dos aspectos que rege o funcionamento da vida da população. O sentido de normalidade atribuído à masturbação nas publicações analisadas está associado com a questão da saúde, e não de doença, o que demonstra uma mudança do regime de verdade no último século. Neste período, a formação discursiva da psicologia ascendeu como uma autoridade importante, ao atribuir um aspecto saudável ao sexo. A associação da masturbação com o corpo masculino foi relativizada, na edição de 1999, que acrescentou, além da perspectiva feminina, o aspecto histórico no processo de significação da prática.

Palavras-chave


Michel Foucault; Biopolítica; Dispositivo da Sexualidade; Masturbação

Texto completo:

PDF

Referências


ÁRIES, P. História Social da Criança e da Família. Rio de Janeiro: LTC, 2012.

BARROS, J. V. A memória do discurso escolar sobre sexo: uma investigação dos Livros Didáticos. 2013. Tese de doutorado apresentada ao curso de Pós Graduação em Memória Social da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro. 2017.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Pluralidade cultural, orientação sexual. Brasília: MEC/SEF, 1997.

COSTA, J. F. Ordem médica e norma familiar. Rio de Janeiro: Editora Graal, 2004.

FARHI NETO, L. Biopolíticas – as formulações de Foucault. Florianópolis: Cidade Futura, 2010.

FERREIRA, M. S. AMORIM, A. C. R. (Org.). Ensino de Biologia: conhecimentos e valores em disputa. Niterói: Eduff, 2005.

FOUCAULT, M. Os anormais: curso no Collège de France (1974-1975). São Paulo: Editora WMF Martins Fontes. 2010.

________. História da Sexualidade I – a vontade de saber. São Paulo: Ed. Graal, 1988.

________. Arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1987.

GRIGOLETTO, E. O discurso de divulgação científica: um espaço discursivo intervalar. Tese de doutorado apresentada ao curso de Pós Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2005.

LAQUEUR, T. Solitary Sex: a Cultural History of Masturbation. New York : Zone Books, 2002.

MACEDO, E. Esse corpo das Ciências é o meu? In: MARANDINO, M., SELLES, S. E.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2317-2010

Indexadores:


Portal de Periódicos da UFC

Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - SEER

Sistema Regional de Información en Linea para Revistas Cientificas de America Latina, Caribe, España y Portugal - LATINDEX

CNEN Revista de Livre Acesso - LivRe

Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - CLASE

Elektronische Zeitschriftenbibliothek - EZ3

Information Matrix for the Analysis of Journals - MIAR

European Reference Index for the Humanities and Social Sciences - ERIHPLUS

Academic Resource Index – Research Bible

Sumários de Revistas Brasileiras – Sumários.org

Academic Keys Humanities - Professional and Technical Journals

OAJI.net – Open Academic Journals Index

Beluga

WorldCat OCLC

SIS – Scientific Indexing Services

InfoBase Index

Portal de Periódicos CAPES

Biblat - Bibliografía Latinoamericana

Diadorim