A TESE 2 DE MARX SOBRE FEUERBACH. NOTAS PARA UM COMENTÁRIO

  • José Barata-Moura

Resumo

São umas folhitas de papel com uns rabiscos. Numa caligrafia nada fácil de decifrar.
Engels encontrou esta peça num caderno de notas constante do espólio de Marx, que abrange o período entre 1844 e 1847. Deve ter sido redigida no exílio de Bruxelas em 18452, antes, no entanto, da composição de A ideologia alemã. Em qualquer caso, é posterior à Sagrada família, saída em Fevereiro de 1845, mas elaborada, ainda em Paris, entre Setembro e Novembro de 1844 [...]

Publicado
2018-07-30
Seção
Dossiê A Filosofia Neohegeliana: Sobre a Necessidade de um Debate na Atualidade