O CONCEITO DE ESSÊNCIA HUMANA A PARTIR DA CONCEPÇÃO ANTROPOLÓGICA DE LUDWIG FEUERBACH

Jéfferson Luiz Shafranski da Silva, Charles Feldhaus

Resumo


O presente artigo busca apresentar a concepção de essência humana materialista antropológica de Feuerbach. Ao longo de seu pensamento, Feuerbach, procura esclarecer que pensar o homem, significa pensá-lo dentro dos limites da condição humana material sensível e física. Portanto é enfatizado que Feuerbach sustenta que o acesso a nossa essência está relacionado com a maneira como acessamos a nossa consciência e que a maneira como acessamos essa última tem uma condição estritamente material e, portanto, deveríamos abordá-la exatamente dessa maneira e não como algo fora de nós e meramente abstrato como a filosofia especulativa. A essência humana não alienada é resultado de uma relação adequada do ser humano com aqueles atributos que são estritamente humanos, que são razão, vontade e coração. Por fim, pretende-se apresentar como Feuerbach compreende a essência humana e qual deve ser a condição para o contato de forma não alienada do homem com a mesma, bem como o que é necessário para possibilitar tal contato.


Palavras-chave


Antropologia. Consciência. Essência. Materialismo.

Texto completo:

PDF

Referências


OBRAS DE FEUERBACH

FEUERBACH, L. A Essência do Cristianismo. 4 ed. Trad. José da Silva Brandão. Petrópolis, RJ: Vozes, 2013.

FEUERBACH, L. Essência de La Religion. Trad. Tomás Cuadrado. Madrid, Espanha: Rosário, 2005.

FEUERBACH, L. Pensamientos sobre muerte e inmortalitad. Trad. José Luis García Rúa. Madrid, Espanha: Alianza Editorial, 1993.

FEUERBACH, L. Para a Crítica da Filosofia de Hegel. Trad. Adriana Veríssimo Serrão. São Paulo, SP: LiberArs, 2012.

FEUERBACH, L. Preleções Sobre a Essência da Religião. Trad. José da Silva Brandão Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

FEUERBACH, L. Princípios da Filosofia do Futuro. Trad. Arthur Morão. Lisboa, Portugal: Edições 70, 2002.

TEXTOS E COMENTÁRIOS

CHAGAS, E. F. Homem e natureza em Ludwig Feuerbach. Fortaleza, CE: Edições UFC, 2009.

CHAGAS, E. F. Natureza e liberdade em Feuerbach e Marx. Campinas, SP: Editora Phi, 2016.

SAMPAIO, B. A.; FREDERICO, C. Dialética e materialismo: Marx entre Hegel e Feuerbach. Rio de Janeiro: UFRJ, 2006.

TOMASONI, F. Luwig Feuerbach e a fratura no pensamento contemporâneo. São Paulo: Edições Loyola, 2015.

ZILLES, U. Filosofia da Religião. 6ª ed., São Paulo: Paulus, 2015.

ARTIGOS EM PERIÓDICOS

ALBINATI, A. S. Feuerbach: Fundamentos para uma Ética da Sensibilidade. Revista Dialectus. Ano 2, n. 6, jan. – ago. 2015, p. 75-84.

ALEIXO, A. Ludwig Feuerbach. Um Manifesto Antropológico. Artigos LUSOSOFIA. Disponível em: http://www.lusosofia.net/textos/aleixo_alice_feuerbach.pdf. Acesso em 01 de junho de 2016.

CHAGAS, E. F. A natureza como negação da imortalidade da alma no jovem Feuerbach. Revista Princípios Natal. v.16, n. 26, jul./dez. 2009, p. 35-51.

CHAGAS, E. F. A vontade é Livre? Natureza e Ética em Ludwig Feuerbach. Revista Dialectus. Ano 2, n. 6, jan. – ago. 2015, p. 1-34 .

CHAGAS, E. F. A Religião em Feuerbach: Deus não é Deus, mas o Homem e ou Natureza Divinizados. Revista Dialectus. Ano 2, n. 4, jan. – jun. 2015, p. 78 – 91.

CHAGAS, Eduardo F. Projeto de uma nova filosofia como afirmação do homem em Ludwig Feuerbach. Teoria & Praxis. Revista de Ciências Humanas e Política, nº 4, Goiânia (GO), p. 31-6, 1992.

CANDIOTI, M. El carácter enigmático de las Tesis sobre Feuerbach y su secreto The Enigma of the Theses on Feuerbach and the Secret thereof. ISEGORÍA. Revista de Filosofía Moral y Política, n. 50, p. 45-70, enero-junio, 2014.

GOOCH, Todd. "Ludwig Andreas Feuerbach". The Stanford Encyclopedia of Philosophy (Winter 2016 Edition). Edward N. Zalta (ed.). Disponível em : http://plato.stanford.edu/archives/win2016/entries/ludwig-feuerbach/. Acesso em 23 de novembro de 2016.

LIMA, F. J.G. Feuerbach e o Processo de Secularização Ocidental. Outramargem: revista de filosofia, Belo Horizonte, n. 2, 1º semestre de 2015.

MARTÍNEZ, J. G. Eudemonismo y Libertad en la Filosofía Moral de Ludwig Feuerbach. Revista Dialectus. Ano 2, n. 6, jan. – ago. 2015, p. 60-74.

MELO, R. G. Crítica de Feuerbach às religiões em defesa do homem integral e da natureza não-instrumentalizada. Revista Intuitio. Porto Alegre, v. 4, n. 2, Nov. 2011, p. 224-236.

MONTEIRO, F. P. O Materialismo no Debate Feuerbach, Stirner e Marx: Relevâncias para a História Social Contemporânea. Revista de Teoria da História. Ano 2, n. 5, jun. 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.30611/2018n12id33212

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2317-2010

Indexadores:


Portal de Periódicos da UFC

Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas - SEER

Sistema Regional de Información en Linea para Revistas Cientificas de America Latina, Caribe, España y Portugal - LATINDEX

CNEN Revista de Livre Acesso - LivRe

Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - CLASE

Elektronische Zeitschriftenbibliothek - EZ3

Information Matrix for the Analysis of Journals - MIAR

European Reference Index for the Humanities and Social Sciences - ERIHPLUS

Academic Resource Index – Research Bible

Sumários de Revistas Brasileiras – Sumários.org

Academic Keys Humanities - Professional and Technical Journals

OAJI.net – Open Academic Journals Index

Beluga

WorldCat OCLC

SIS – Scientific Indexing Services

InfoBase Index

Portal de Periódicos CAPES

Biblat - Bibliografía Latinoamericana

Diadorim