A SUBJETIVIDADE EM HEIDEGGER COMO ESTRUTURA DO MUNDO MODERNO

Palavras-chave: Subjetividade, Heidegger, Metafísica, Verdade, Ciência Moderna

Resumo

Esse artigo tem por objetivo elaborar uma análise da questão da subjetividade em Heidegger como principal estrutura do mundo moderno. Para tanto, trataremos das principais características que configuram a época moderna e como essas características apresentam, como elemento comum e determinante, o critério de verdade. Discutiremos como a concepção de verdade foi gestada na metafísica clássica e consolidada com a ciência moderna, a partir da subjetividade técnico-científica. As principais obras estudadas para construir nosso percurso discursivo são: “O tempo da imagem do mundo” (2012); Meditação (2010); A Questão da Técnica (2008); Sobre a essência da verdade (1983). O estudo dessas obras foi apoiado por alguns comentadores que referenciamos no decorrer do texto. A análise dessas obras nos permitiu intercruzar algumas reflexões de Heidegger acerca da construção e desdobramento das estruturas do mundo moderno e, consequentemente, compreender a atuação imperiosa do ser humano sobre a natureza. Nesse sentido, esse artigo procura contribuir para compreendermos o processo de edificação do mundo moderno e, consequentemente, pensarmos alternativas possíveis de reestruturação de suas bases, e, portanto, novas formas de atuar sobre o mundo. Formas essas, que não sejam apenas pelo viés da exploração e dominação, mas através de uma interação mais autêntica, empática e respeitosa com os diversos modos de existência.

Referências

FERRAZ, SILVA, Pedro Ivo. Heidegger. “Técnica e Imagem de Mundo”. Primeiros Escritos. V.1, N.1, p. 225-235, 2009.

HEIDEGGER, Martin. A época das imagens de mundo. Trad. Cláudia Drucker. Disponível em http://www.imagomundi.com.br/filo/heidegger_imagens.pdf. Acessado em 05/07/2022.

________. A questão da técnica. In: ensaios e conferências. Trad. Emmanuel Carneiro Leão. Petrópolis: Vozes, 2008.

________ . Meditação. Trad. Marco Antônio Casanova. Petrópolis: Vozes, 2010.

________. Sobre A Essência da Verdade. Trad. Ernildo Stein. São Paulo: Abril cultural, 1983 (Coleção os Pensadores).

LOPARIC, Zeljko. A pergunta pela técnica. Cadernos de História e Filosofia da Ciência- UNICAMP, 1996. Série III, v.6, n.2, p. 107-138.

ZIMMERMAN, E. Confronto de Heidegger com a modernidade: tecnologia, política e arte. Lisboa: Instituto Piaget, 1990.
Publicado
2022-08-20
Seção
Artigos Fluxo Contínuo