CONTRACULTURALISMO EPISTEMOLÓGICO E OBJETIVIDADE CIENTÍFICA: UMA ANÁLISE CRÍTICA SOBRE POSSÍVEIS MARCAS DE UM PENSAMENTO IRRACIONALISTA

Mayza Cortez Cortez, Paloma Costa Andrade

Resumo


RESUMO

 

O presente artigo tem como objetivo estudar o contraculturalismo epistemológico, enquanto movimento fomentado pelo ideal multiculturalista, a fim de compreender como e em que medida o pensamento irracionalista pode ser observado na formulação das premissas deste movimento contracultural científico, com o intuito de propagar o ideal pluralista, através de pesquisa bibliográfica. O resultado encontrado foi a preocupação não com o conhecimento cientifico objetivamente posto, mas com a sua origem, com quem o produz. Se as conclusões de determinada pesquisa científica não contribuem positivamente para a afirmação de qualquer dos discursos das minorias oprimidas, há, desde logo, a presunção de que o conhecimento produzido é deficiente, não progressista e, portanto, deve ser desacreditado. Assim, contata-se a presença de um irracionalismo. Para tanto, utilizou-se os métodos de pesquisa descritivo e dialético.

 

Palavras-chave: Contraculturalismo. Epistemologia. Pesquisa Científica.


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

COELHO NETTO, José Teixeira. Dicionário crítico de política cultura. São Paulo: Ilumiuras. 2004.

HAACK, Susan. Manifesto de uma moderada apaixonada. Ensaios contra a moda irracionalista. Tradução de Rachel Herdy. Rio de Janeiro: Loyola, 2011, p. 219-255.

KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. Tradução de Beatriz Vianna Boeira e Nelson Boeira. 9.ed. São Paulo: Perspectiva, 2011.

McLAREN, Peter. Multiculturalismo crítico. São Paulo: Cortez Editora, 1997.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Uma concepção multicultural dos direitos humanos. Revista Lua Nova. São Paulo:Cedec. no 39, l997, p. 105-124.

WOLKMER, Antônio Carlos. Pluralismo jurídico: fundamentos de uma nova cultura no direito. São Paulo: Alfa Ômega, 2001. Cap. 4, p. 169-232.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


_____________________
facebook.com/revistadizer