ECONOMIA SOLIDÁRIA: UMA ABORDAGEM À LUZ DA EXPERIÊNCIA BRASILEIRA E DA LEI Nº 5.764/1971

  • Flâmila Machado de Carvalho UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

Resumo

O presente artigo tem a finalidade de abordar um pouco sobre o tema da Economia Solidária, passando por suas características, importância, seu desenvolvimento no Brasil e proteção. A prática da Economia Solidária tem sido um interessante fenômeno na geração de emprego e renda, além de contribuir para o crescimento do mercado, trazendo novas nuances ao cenário econômico. Esse fenômeno possibilita que pequenas comunidades sejam protagonistas, tendo a oportunidade de participar e contribuir na movimentação da economia, “enfraquecendo” assim a supremacia das grandes empresas detentoras da hegemonia no mercado. Diante do surgimento do cooperativismo e associativismo, práticas que melhor caracterizam o tema aqui em tela, é importante compreender um pouco como se deu esse processo de contribuição proporcionada pela prática da Economia Solidária no contexto brasileiro, mediante a realização de pesquisa bibliográfica e legislativa. Embora tenha importante função na redução das desigualdades sociais, a legislação brasileira sobre a Política Nacional de Cooperativismo não acompanhou a realidade do mercado, o que exige atuação por parte do Poder Público.

 

Palavras-chave: Economia Solidária. Cooperativismo. Lei nº 5.764/1971.

    

Biografia do Autor

Flâmila Machado de Carvalho, UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
             

Referências

CENCI, Ana Righi; FRANTZ, Walter. Desenvolvimento, Cooperativismo e a Constituição Federal de 1988.Constituição, Economia e Desenvolvimento: Revista da Academia Brasileira de Direito Constitucional,Curitiba, n. 3, p. 124-141, 2010.

GAWLAK, Albino; RATZKE, Fabiane.Cooperativismo:primeiras lições. 3. ed. Brasília: Sescoop, 2007.

INSTITUTO BANCO PALMAS. O que é um Banco Comunitário. Disponível em: <http://www.institutobancopalmas.org/o-que-e-um-banco-comunitario/>. Acesso em: 14 ago. 2018.

JAEGER, Fábio da Silva. O cooperativismo como fator de inclusão econômico-social na Lei 5.764/71. Lajeado, Rio Grande do Sul. 2005.

LECHAT, Noelle Marie Paule. As raízes históricas da Economia Solidária e seu aparecimento no Brasil (palestra). In:Economia Solidária. vol. 01. Universidade Estadual de Campinas. Campinas. 20 de março de 2002.

SINGER, Paul.Introdução à Economia Solidária.São Paulo: Fundação Perseu Abrano, 2012.

TYGEL, Daniel. O que é Economia Solidária. 2011. Disponível em: <https://cirandas.net/fbes/o-que-e-economia-solidaria>. Acesso em: 23 ago. 2018.

Publicado
2018-12-30
Como Citar
de Carvalho, F. M. (2018). ECONOMIA SOLIDÁRIA: UMA ABORDAGEM À LUZ DA EXPERIÊNCIA BRASILEIRA E DA LEI Nº 5.764/1971. Revista Dizer, 3(1). Recuperado de http://periodicos.ufc.br/dizer/article/view/40671
Seção
Artigos