Gênero

uma falácia contemporânea?

  • João Paulo Ribeiro Beraldo
Palavras-chave: Gênero, História, Mulher

Resumo

Neste artigo, – fruto de minha Dissertação de Mestrado –, pretendo trabalhar a ideia de gênero com um olhar voltado para o seu uso na História. Para tal, usarei como base argumentativa a historiadora norte-americana Joan Scott, além de outros/as autores/as que possam ser complementares ao meu ponto expositivo. Historicamente, a ideia de “gênero” desenvolveu-se com o intuito de "agregar", "juntar" os dois sexos (masculino e feminino) em um único espaço de discussão, indo além de debates que cerceiam, única e exclusivamente, à mulher. O objetivo principal deste trabalho é demonstrar como tal ideia vem sendo utilizada fora de sua “intenção original” e pode irradiar outras concepções. É preciso responder a algumas perguntas: será que o “gênero” (utilizado como um conceito contemporâneo) responde às demandas sociais vigentes atualmente? Ou é necessário revisar a utilização de tal palavra?

Publicado
2020-06-18
Como Citar
Beraldo, J. P. R. (2020). Gênero. Em Perspectiva, 6(1), 87-100. Recuperado de http://periodicos.ufc.br/emperspectiva/article/view/42383
Seção
Dossiê Temático