O Estruturalismo em As Palavras e as Coisas

uma História Estrutural do Saber.

  • Pedro Ragusa
Palavras-chave: Estruturalismo, História, Saber, Epistemologia

Resumo

O objetivo deste artigo é reconhecer a presença de um estilo específico de estruturalismo na prática da pesquisa arqueológica de Michel Foucault. O método arqueológico, ao contrário de recorrer a uma prática estruturalista que recuse a transformação e a mudança histórica, correspondeu a um esforço teórico-metodológico para introduzir nos estudos estruturais uma perspectiva histórica. A hipótese que anima essa pesquisa foi mostrar como Michel Foucault escreveu As Palavras e as Coisas, com o interesse em realizar um estudo estrutural dos saberes ocidentais, através da adequação do método arqueológico à um estilo de pesquisa estruturalista através de uma história descontínua dos saberes.

Publicado
2020-06-21
Como Citar
Ragusa, P. (2020). O Estruturalismo em As Palavras e as Coisas. Em Perspectiva, 6(2), 6-24. Recuperado de http://periodicos.ufc.br/emperspectiva/article/view/42642
Seção
Temática Livre