IMPACTO DA REALIZAÇÃO DE POSTAGENS INTERATIVAS EM REDES SOCIAIS COMO FERRAMENTA DE DIVULGAÇÃO DE NEUROCIÊNCIAS PARA ESTUDANTES DE MEDICINA E PROFISSIONAIS MÉDICOS ESPECIALIZADOS: RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Luis Eduardo Oliveira Matos
  • João Paulo Pereira Cunha, Keven Ferreira da Ponte, Espartaco Moraes Lima Ribeiro, Gerardo Cristino Filho
  • Paulo Roberto Lacerda Leal

Resumo

Introdução: As redes sociais têm ganhado destaque entre o público geral e o acadêmico médico. Essas aplicações digitais são ferramentas multidimensionais que, além de contribuir para as relações sociais e para o entretenimento, também podem ser usadas para disseminar conhecimento e pesquisa para a população não especializada e especializada. Dessa forma, este estudo tem o objetivo de avaliar o impacto da realização de postagens em redes sociais como forma de divulgar informações em neurociência, tendo como público-alvo estudantes de Medicina e profissionais especializados. Metodologia: As publicações foram feitas entre os meses de junho e julho de 2021 na plataforma Instagram, sendo parte de uma campanha chamada de “Neuroinfos”. Foram feitas 8 publicações, que eram realizadas como um questionário interativo com 3 questões de múltipla escolha a respeito de um tema específico na área de neurociências. Buscou-se, então, avaliar os conhecimentos gerais de neurociências dos seguidores do perfil da liga (majoritariamente estudantes de Medicina e profissionais médicos e) e divulgar informações nessa área. Resultados e discussão: Conforme dados disponibilizados pelo Instagram, em média, cada publicação teve um alcance, em cada questionário, de 177 usuários. Cada uma delas teve uma média de 32 respostas a cada questionário, sendo que, em geral, o maior número era visualizado na primeira questão, o que pode ser atribuído a algoritmos de alcance especializados da própria rede social. Em média, cada questionário teve um percentual de acerto de 60%, o que mostra um bom conhecimento geral em neurociências por parte dos estudantes de Medicina e profissionais médicos especializados que acompanham as postagens. Conclusão: A postagem de publicações interativas em redes sociais mostrou-se um método eficaz para a ampla divulgação de conhecimentos em neurociências para estudantes de Medicina e profissionais médicos especializados.
Publicado
2021-01-01
Seção
XXX Encontro de Extensão