TRATAMENTO DE FRATURA DE CORPO MANDIBULAR E CÔNDILO: RELATO DE CASO

  • Katlyn Djéssi Silva Andrade
  • Raimundo Arruda Carneiro Filho, Karen Ananda Souza da Silva, Rodrygo Nunes Tavares, Francisco Samuel Rodrigues Carvalho
  • Marcelo Ferraro Bezerra

Resumo

Os traumas faciais, além de alterar a anatomia, também podem trazer consequências funcionais, estéticas e emocionais ao paciente. A incidência dos traumas em face geralmente está associada a fatores etiológicos como acidentes automobilísticos, agressões físicas, quedas e traumas esportivos. A mandíbula é considerada o único osso móvel da face e está susceptível a fraturas devido a sua anatomia e topografia, sendo a região do côndilo, comumente a mais afetada por trauma indireto em região de corpo de mandíbula ou sínfise. Desta forma, o objetivo desse trabalho é relatar um caso clínico de fratura de corpo mandibular associado à fratura unilateral de côndilo. Paciente, sexo masculino, 60 anos, feoderma, compareceu ao departamento de cirurgia bucomaxilofacial do Hospital Walter Cantidio, regulado do Instituto Doutor José Frota (IJF) com queixa principal de `` meu rosto dói``, vítima de acidente automobilístico. Ao exame físico paciente evoluiu epneico, afebril e verbalizando. Paciente relatou ser hipertenso e com histórico de infarto, apresentava ao exame físico extraoral, edema em região de terço inferior e suturas realizadas em região de mento. Ao exame físico intraoral apresentava-se edentulo com hematoma em região de assoalho bucal e sutura intraoral. O exame de tomografia computadorizada (TC) revelou imagem sugestiva de fratura em região de corpo mandibular e côndilo direito. O procedimento cirúrgico foi realizado sob anestesia geral, para a redução e fixação destas fraturas através de placas e parafusos do sistema 2.0mm. Sendo assim, o tratamento proposto foi baseado nas condições apresentadas no exame físico e de imagem. O tratamento cirúrgico com fixação interna com placas e parafusos proporciona uma reaproximação dos segmentos ósseos de forma minuciosa, melhor estabilização e contenção dos fragmentos e retorno funcional mais rápido.
Publicado
2021-01-01
Seção
XXX Encontro de Iniciação a Docência