MONITORIA DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS E FUNDAMENTO DE BANCO DE DADOS

  • Andressa Carvalho de Medeiro
  • Simone de Oliveira Santos

Resumo

É notório que inovações surgem em vários campos a cada dia, e é necessário adaptá-las e aproveitá-las ao máximo. Entender a programação é uma das melhores formas de obter esses conhecimentos inovadores, pois ajudam a entender como funcionam cada detalhe dessas novas tecnologias, tornando os sujeitos mais eficientes na realização das atividades, utilizando o raciocínio lógico com menos esforço e recursos. Dessa forma, a programação orientada a objetos surgiu com a finalidade de facilitar o trabalho de desenvolvimento de software, pois o uso de classes e objetos ajuda na abstração para transformar problemas do mundo real em um software que satisfaça o cliente, e possa assim garantir que será entregue o que foi pedido. A construção de um banco de dados também é importante porque os dados se tornam persistentes de uma forma que facilite a consulta, alteração e remoção. Por isso, o aprendizado da programação e construção de banco de dados, como visto nas disciplinas Programação Orientada a Objetos (POO) e Fundamentos de Banco de Dados (FDB), permite a construção de sistemas completos e eficientes. Com isso, este projeto visa promover um ambiente favorável para a aprendizagem cooperativa dos alunos; apoiar as atividades práticas; acompanhar o desenvolvimento individual; desenvolver nos alunos a prática, senso crítico no momento da abstração de um problema do mundo real para o mundo computacional e apurar a melhor forma de fazer a relação entre a construção do programa e do banco de dados para este sistema. Contudo, no contexto da pandemia do Covid-19 e do isolamento social, a metodologia foi reformulada para o formato remoto onde foram realizadas reuniões onlines utilizando a ferramenta Google Meet, gravação de vídeos explicativos e criação de arquivos para o entendimento dos trabalhos durante as disciplinas. Assim, foi necessário aprender sobre gravação, revisão, edição de vídeos e publicação na internet para que os alunos pudessem ter o acesso. Também foram criados grupos usando a ferramenta WhatsApp para facilitar a comunicação entre monitora e os discentes permitindo a assiduidade dos alunos nos dias das monitorias. Promoveu-se também cooperação entre discentes e docentes dos componentes, estímulo à troca de conhecimentos, desenvolvimento das capacidades de análise e crítica. Houve também incentivo para a monitora pela aquisição de hábitos de estudo, interesse e habilidades para a docência, auxílio aos discentes na realização de trabalhos teóricos e práticos e aos professores na orientação de alunos. E ainda, ajuda na qualidade do ensino ao incentivar o enriquecimento da vida acadêmica dos alunos. Sendo assim, considerando o período pandêmico, esses métodos ajudam a reduzir a taxa de evasão de componentes e a taxa de reprovação em POO, que é mais expressiva. Utilizando métodos ativos e de aprendizagem cooperativa, essas ações foram consistentes com o PPC dos cursos envolvidos, proporcionando mais um aprendizado permanente para os alunos envolvidos.
Publicado
2021-01-01
Seção
Encontro de Iniciação à Docência