DIAGNÓSTICO DO ESGOTAMENTO SANITÁRIO DA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO DE NOVA RUSSAS, CEARÁ.

  • Gabriel Carvalho Mesquita
  • INêS MARIA DE SOUSA SANTOS
  • Janine Brandão de Farias Mesquita

Resumo

O saneamento básico é um dos principais indicadores de desenvolvimento, assim como é o principal promotor de saúde, tendo como principal objetivo alcançar a salubridade ambiental. A baixa cobertura dos serviços de saneamento reflete-se no meio rural, onde normalmente carece de política pública municipal destinada a sanar esse problema. Nesse sentido, o presente trabalho objetiva elaborar um diagnóstico do saneamento rural do município de Nova Russas, Ceará, com ênfase no esgotamento sanitário. Foram consultadas as bases de dados do Sistema Nacional de Informação Sobre o Saneamento (SNIS), Atlas do Esgoto da Agência Nacional das Águas e Saneamento Básico (ANA) e o Sistema IBGE de Recuperação Automática (SIDRA). A base de dados que atendeu o objetivo deste trabalho foi o SIDRA; a pesquisa utilizada foi a do Censo demográfico do IBGE de 2010. Através da base de dados pesquisada, constatou-se a situação do saneamento rural do município, na qual os principais sistemas utilizados para tratamento das águas negras na zona rural são: fossa séptica, fossa rudimentar e vala. Além disso, foram contabilizados os domicílios que têm ou não sanitário, e dispõem o efluente gerado diretamente no solo. Adicionalmente, no âmbito desta pesquisa realizaram-se reuniões com a prefeita, o presidente da Câmara Municipal e com a Secretaria de Meio Ambiente para apresentar o diagnóstico. No levantamento verificou-se que 98% dos domicílios rurais do município dispõem incorretamente o efluente gerado, sendo 58,69% em fossas rudimentares, 2,15% em valas e 37,88% diretamente no solo. Levando-se em consideração o objetivo da universalização do saneamento, o saneamento básico em Nova Russas, Ceará, está abaixo do esperado. O diagnóstico servirá de referencial para a tomada de decisão por parte dos gestores para elaboração ou não de um plano de saneamento rural e, por meio do plano, captar investimentos para implantação de tecnologias para tratamento das águas negras como a fossa verde, por exemplo, tecnologia eficiente, de baixo custo e com manutenção mínima.
Publicado
2021-01-01
Seção
Encontro de Iniciação Acadêmica