ROCHAGEM: ALTERNATIVA PARA REMINERALIZAÇÃO DO SOLO DA CIDADE DE CRATEÚS

  • Jesus Lucas Cavalcante Costa
  • MARCOS DANIEL MARQUES BONFIM
  • Andreza Rafaela Morais Pereira

Resumo

A agricultura sustentável busca assegurar às comunidades agrícolas prosperidade, produtividade, lucratividade e visa a conservação do meio ambiente. Um tema que vem sendo discutido atualmente nesse contexto é o uso da rochagem, também conhecida como remineralização do solo, no qual trata-se de rocha moída e peneirada, com granulometria variando entre 2 a 0.075 mm, que tem a função de melhorar a qualidade física e química do solo. A rochagem é uma técnica utilizada para reduzir a utilização do uso desenfreado de insumos químicos na produção agrícola, com fito a proporcionar uma maior produção nas plantações dos agricultores, sem consequência direta na perda de nutrientes do solo. Assim, o estudo teve como objetivo compreender os principais tipos de solos do município de Crateús, e a utilização do pó de rocha proveniente do beneficiamento de rochas ornamentais como remineralizadores de solos para a região baseado em uma revisão bibliográfica a partir de materiais publicados em livros, artigos, dissertações. Crateús encontra-se na região do semi-árido brasileiro, apresentando características fundamentais como: baixa retenção de umidade, suscetibilidade aos processos erosivos, baixa fertilidade e teores elevados de alumínio e sódio dos solos, sendo fatores que limitam a produção desses solos. Com base em informações coletadas na Ematerce e na Secretaria de Negócios Rurais (Agricultura), foi desenvolvido um levantamento macroscópico da quantidade de agricultores no qual estão em plena atividade, representando um total de 3700 agricultores. Da mesma forma que foi levantado os principais tipos de grãos (milho e feijão) que são plantados nas lavouras pelos agricultores. Sendo assim, o estudo fez um levantamento sobre os possíveis benefícios que o uso do pó de rocha proveniente da indústria de beneficiamento de rochas ornamentais poderá trazer para os solos da cidade de Crateús, melhorando as plantações de milho e feijão. Sendo possível observar as vantagens do uso desse método como uma fonte de nutrientes, principalmente fósforo (P), potássio (K), cálcio (Ca) e magnésio (Mg) para os solos, além de ser eficaz na correção do pH. Portanto, a rochagem mostra ser uma fonte recuperadora e renovadora do solo, podendo configurar uma tecnologia alternativa capaz de auxiliar na redução do uso de produtos químicos, além de sua alta disponibilidade devido ao grande potencial mineral e viabilidade de pó de rocha no estado do Ceará e o baixo custo quando comparado aos fertilizantes minerais ou orgânicos. Sendo uma alternativa viável para o aumento da fertilidade do solo da região e crescimento da produtividade da agricultura familiar e o agronegócio do município de Crateús.
Publicado
2021-01-01
Seção
Encontro de Iniciação Acadêmica