ANÁLISE E MONITORAMENTO DOS PROGRAMAS ACADÊMICOS NO CAMPUS DA UFC EM CRATEÚS: UMA ABORDAGEM DO PONTO DE VISTA DOS BOLSISTAS E DISCENTES PARTICIPANTES

  • Joab Antonio Martins Rodrigues
  • GERLâNDIA ALVES DE SOUSA
  • Sandro Vagner de Lima

Resumo

Dentro da organização universitária, as atividades são estruturadas a partir do tripé ensino, pesquisa e extensão e geralmente são descritas a partir de programas acadêmicos com ações desempenhadas por graduandos orientados por um docente responsável. Na Universidade Federal do Ceará (UFC) Campus Crateús, destaca-se os programas da Extensão Universitária, do Programa de Iniciação à Docência (PID) e do Programa de Educação Tutorial (PET). Estes projetos, além de suas atividades principais, incentivam os discentes em suas graduações, pois realizam minicursos de áreas de interesse e executam ações que buscam solucionar dúvidas sobre conteúdos didáticos. Assim, auxiliar e monitorar os programas acadêmicos pode ser uma ótima ferramenta com importantes contribuições para redução da evasão universitária, bem como incentiva a permanência dos discentes nos cursos. Logo, este trabalho tem como objetivo apresentar os aspectos e ações relevantes relacionados ao acompanhamento mensal dos principais programas acadêmicos da UFC Campus Crateús, do ponto vista dos bolsistas e da participação dos discentes do Programa de Iniciação Acadêmica (PIA) e do Programa de Auxílio Moradia (PAM). Desse modo, estabeleceu-se o uso mensal de formulários eletrônicos específicos para cada projeto, onde os bolsistas e voluntários desses projetos devem responder em até cinco dias úteis, a fim de se coletar os dados necessários para o acompanhamento. Ao final de cada mês, realizava-se a análise e discussão dos dados, bem como a geração de um relatório descritivo. Além disso, criou-se frequências eletrônicas para cada disciplina, onde os bolsistas do PID informavam a participação dos discentes em suas atividades, com o intuito de centralizar os dados e facilitar o acompanhamento dos bolsistas do PIA e do PAM nestas ações. Ademais, destaca-se que todas as informações foram apresentadas e discutidas mensalmente, com o intuito de se verificar a necessidade de ações para melhorar algum cenário negativo. Nos projetos da Extensão e do PET, nota-se que a maioria consegue realizar suas ações conforme planejamento prévio, apesar de muitos participantes relatarem dificuldades em gestão de tempo e questões técnicas, como conexão à Internet. Quanto aos projetos do PID, observou-se uma queda na participação dos discentes em suas atividades por motivos diversos, contudo houve aumento da presença dos participantes do PIA e do PAM nestas ações. Portanto, o presente trabalho permitiu verificar dificuldades enfrentadas pelos projetos acadêmicos e, assim, realizar correções por meio de aconselhamentos e propostas de soluções conforme as adversidades particulares de cada projeto.
Publicado
2021-01-01
Seção
Encontro de Bolsistas do Programa de Acolhimento e Incentivo a Permanência