MORTE E REAL EM SETE MINUTOS DEPOIS DA MEIA-NOITE

  • Filipe Ramalheiro Venâncio de Souza
  • Priscilla Hadassa Rabelo Gomes
  • Caciana Linhares Pereira
Palavras-chave: Morte. Real. Psicanálise. Cinema

Resumo

O artigo aborda a relação entre morte e real a partir do filme “Sete minutos depois da meia-noite”, dirigido pelo cineasta J. A. Bayona e exibido no “Cine Freud, Cultura e Arte”. Uma das propostas do projeto é recolher elementos dos debates e aprofundá-los através de pesquisa bibliográfica, circunscrevendo e investigando campos temáticos importantes no âmbito da psicanálise e da cultura. Partindo da proposição freudiana de que o homem busca de todas as maneiras uma forma de lidar com a morte, uma vez que a mesma não tem inscrição no inconsciente, o artigo apresenta formulações que aproximam a morte do registro do Real. A análise permitiu estabelecer uma relação entre a estrutura do filme e a experiência analítica a partir do recorte das noções de transferência, verdade e realidade psíquica. 

Referências

ALVERNE, L. A. A. A Morte e o Real na literatura de Virginia Woolf. 2017. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Faculdade de Psicologia, Universidade Federal do Ceará, 2017.

CHAVES, W. C. O Estatuto do Real em Lacan: dos primeiros escritos ao Seminário VII, a ética da psicanálise. Paidéia, Ribeirão Preto, v. 16, n. 34, p. 161-168, 2006.

FREUD, Sigmund. Reflexões para os tempos de guerra e morte. In: A história do movimento psicanalítico, artigos sobre metapsicologia e outros trabalhos. v. XIV. Rio de Janeiro: Imago, 1969. p. 285-312

FREUD, Sigmund. Sobre a transitoriedade. In: A história do movimento psicanalítico, artigos sobre metapsicologia e outros trabalhos. v. XIV. Rio de Janeiro: Imago, 1969. p. 317-319.

JORGE, Marco Antonio Coutinho. Fundamentos da Psicanálise de Freud a Lacan: A clínica da fantasia. v. 2. Rio de Janeiro: Zahar, 2010. 288 p.

SETE minutos depois da meia-noite. Direção: J. A. Bayona. Produção: Belén Atienza; Mitch Horwits e Jonathan King. Intérpretes: Lewis McDougall; Felicity Jones; Sirgouney Weaver; Liam Neeson e outros. Roteiro: Patrick Ness. Distribuidora: Diamond Films. 2016. 1 DVD (108 min).

TENÓRIO, F. Morte do sujeito: representação e limite real na clínica das psicoses. Ágora, Rio de Janeiro, v. XIX, n. 3, p. 533-548, set/dez 2016.

Publicado
2018-12-27