PERFIL MULTIDIMENSIONAL DA POPULAÇÃO IDOSA DO BAIRRO SÃO PEDRO EM TERESINA, PIAUÍ

  • Michelle Vicente Torres Universidade Estadual do Piauí Faculdade Santo Agostinho
  • Dayanne Lucianne Santos e Silva Faculdade Santo Agostinho
  • Iara Tamires Ibiapina Sousa Faculdade Santo Agostinho
Palavras-chave: Idoso. Característica da População. Perfil de Saúde

Resumo

Introdução: O envelhecimento populacional tornou-se um dos maiores desafios para a saúde pública. Esse fenômeno exige o interesse da comunidade científica por estudos epidemiológicos que forneçam subsídios para a otimização das políticas públicas voltadas à saúde e bem-estar do idoso brasileiro. Objetivo: O presente artigo tem como objetivo construir o perfil multidimensional da população idosa do bairro São Pedro em Teresina, PI.Metodologia: De um total de 578 idosos cadastrados na Estratégia de Saúde da Família (ESF), foram entrevistados 120 idosos através de questionário elaborado pelas autoras da pesquisa, que buscou avaliar as seguintes variáveis: características socio demográficas,estado de saúde, cognição,capacidade funcional,uso e acesso aos serviços de saúde, moradia e antropometria Resultados:30% dos idosos entrevistados homens e 70% eram mulheres. No tocante a cognição, 41,67% dos idosos  de sexo masculino e  39,29% dos idosos de sexo feminino apresentaram-se como com comprometimento cognitivo. Em relação à capacidade funcional, a maioria dos idosos de ambos os sexos apresentaram independência completa. Verificou-se ainda que 72,5% dos idosos eram sedentários, 60,83% eram hipertensos e 30% eram diabéticos. No que se refere ao índice de massa corporal, 50%dos homens e 32,14% das mulheres foram classificados com sobrepeso. Os dados referentes ao índice cintura – quadril  demonstraram que 58,72% dos homens apresentaram risco moderado para doenças cardiovasculares  e 44,05% das mulheres apresentaram alto risco para doenças cardiovasculares.Conclusão:Observada a heterogeneidade dos dados referentes ao perfil dos idosos do bairro São Pedro, faz-se, portanto, necessário o desenvolvimento de políticas públicas  adequadas ao atendimento das necessidades deste grupo etário visando a melhoria da sua qualidade de vida.

Biografia do Autor

Michelle Vicente Torres, Universidade Estadual do Piauí Faculdade Santo Agostinho
PROFESSORA EFETIVA DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ E DA FACULDADE SANTO AGOSTINHO.PRECEPTORA DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA E COMUNIDADEESPECIALISTA-RESIDÊNCIA EM FISIOTERAPIA CARDIOVASCULAR PELO INSTITUTO DANTE PAZZANESE DE CARDIOLOGIA E MESTRE EM SAÚDE PÚBLICA PELA USP.
Dayanne Lucianne Santos e Silva, Faculdade Santo Agostinho
FISIOTERAPEUTA GRADUADA PELA FACULDADE SANTO AGOSTINHO
Iara Tamires Ibiapina Sousa, Faculdade Santo Agostinho
FISIOTERAPEUTA GRADUADA PELA FACULDADE SANTO AGOSTINHO
Publicado
2013-12-18