Assembléias de foraminíferos dos sedimentos superficiais da plataforma continental e talude superior do norte da Bahia

Tânia Maria Fonseca Araújo, Helisângela Acris Borges de Araújo

Resumo


Este trabalho foi desenvolvido na região norte do Estado da Bahia (Salvador a Barra do Itariri). A análise da microfauna de foraminíferos presentes em 38 amostras do sedimento superficial da plataforma e do talude continentais possibilitou a definição de assembléias bentônicas, em função da profundidade e hidrodinâmica local. Os padrões de distribuição e a abundância das espécies dos foraminíferos permitiram a definição de assembléias, cuja representatividade foi definida pela freqüência de ocorrência constante (>50 %) concomitante à abundância relativa principal (>5%). As zonas batimétricas definidas apresentam espécies de foraminíferos características, de forma que, a plataforma interna está distinguida pela presença abundante dos taxa Peneroplis carinatus, Archaias angulatus e Peneroplis proteus; na plataforma média predominam as espécies Peneroplis carinatus, Amphistegina gibbosa, A. lessonii, Peneroplis bradyi, Archaias angulatus; na plataforma externa são mais abundantes os taxa Amphistegina lessonii, Peneroplis carinatus, Amphistegina gibbosa, Peneroplis bradyi, e Globigerinoides ruber; e no talude são mais abundantes as espécies Amphistegina lessonii, Globigerinoides ruber, Cassidulina laevigata, Cibicides pseudoungerianus, Angulogerina angulosa occidentalis, Sigmavirgulina tortuosa. O taxon Globigerinoides ruber é a única espécie de foraminífero planctônico representativa na plataforma externa e no talude continentais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.