Predição de Um Modelo de Percolação de Óleo Diesel em Areias da Praia do Porto de Suape – PE, Brasil

  • Gabriel Olívio Locatelli
  • Lidiane Silva do Espírito Santo Nunes
  • Maria de Fátima Vieira De Queiroz Sousa
  • Carlos Edison Lopes
  • Christine Lamenha Luna Finkler

Resumo

O petróleo, atualmente a principal fonte energética da humanidade, já foi precursor de grandes desastres ambientais. Hoje, apesar das técnicas de segurança e medidas de prevenção empregadas na sua exploração e transporte, ainda ocorrem danos decorrentes de acidentes com petróleo e seus derivados. O novo terminal portuário de Suape, em Pernambuco, tornou-se um dos mais importantes do continente sul-americano, movimentando vários petroderivados, dentre eles, o óleo diesel, o qual representará grande volume de transporte na refinaria Abreu e Lima, em Suape – PE. O conhecimento do comportamento desses produtos quando acidentalmente espalhados no ambiente é de fundamental importância para se tomar as devidas medidas de contenção, remoção, limpeza e degradação no ambiente. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi estudar o comportamento do espalhamento do óleo diesel em areias da praia de Suape – PE e propor um modelo que prediga o deslocamento do óleo diesel em solo arenoso. Os resultados dos ensaios de percolação do óleo diesel em areia in natura mostraram que a profundidade máxima atingida foi de 18,8 cm, resultado interessante do ponto de vista da biorremediação, cuja ocorrência é favorecida nas camadas mais superficiais do solo. Os ensaios de percolação do óleo diesel em areias de diferentes granulações sugerem um modelo matemático cujo comportamento é semelhante à equação de Langmuir.

Publicado
2015-08-10
Seção
Artigos