Análise da Qualidade da Água do Riacho Moraes em Área Influenciada Pela Produção de Gesso no Município de Araripina, PE – Brasil

Gerlânia Brasiliana de Arruda, Kenia Valença Correia, Taiana Regina Silva de Oliveira Oliveira, José Eustáquio Brainer Neto, Flávia Pereira de Araújo, Karina Wacemberg Figueiredo da Silva Carneiro

Resumo


Toda a drenagem dos municípios do Polo Gesseiro, Microrregião de Araripina, pertence a sub-bacia do rio São Francisco. O riacho Moraes localiza-se no município de Araripina e está inserido no semiárido nordestino do estado de Pernambuco, possuindo como o seu principal afluente o Rio Brígida, naturalmente de regime intermitente, e que devido às ações antrópicas, passou a ser perene em condições atuais. A qualidade das águas depende das características dos ambientes naturais, assim como das ações antrópicas. Sua disponibilidade em quantidade e qualidade adequadas para os diversos usos atua como fator determinante no processo de desenvolvimento econômico e social de uma comunidade. Objetivando avaliar a qualidade da água na região impactada por indústria gesseira, neste estudo foram analisadas as determinações de sulfatos, cloretos totais, dentre outros parâmetros. Os principais contaminantes estudados na drenagem foram os sulfatos, provenientes das indústrias de produção de gesso, assim como os cloretos, decorrentes dos influxos de efluentes urbanos da cidade de Araripina, sugerindo-se que os organoclorados são derivados dos materiais de limpeza de uso doméstico.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.