CARACTERIZAÇÃO DO CLIMA DE ONDAS EM PROFUNDIDADES INTERMEDIÁRIAS DA PLATAFORMA CONTINENTAL DO RIO GRANDE DO NORTE, NE/BR

  • Lívian Rafaely de Santana Gomes Pinheiro Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte
  • Daniel de Freitas Gurgel Programa de Pós-Graduação em Engenharia Sanitária – PPGES/CT/UFRN
  • José Eduardo Carneiro de Barros Escola de Ciência e Tecnologia – ECT/CT/UFRN
  • Anthony Francis Nunes Teixeira Departamento de Geologia – DG/ CCET/UFRN
  • Ada Cristina Scudelari Programa de Pós-Graduação em Engenharia Sanitária – PPGES/CT/UFRN Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PEC/ CT/UFRN
  • Venerando Eustáquio Amaro Departamento de Geologia – DG/ CCET/UFRN Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil – PEC/ CT/UFRN

Resumo

Neste trabalho, investiga-se a característica do clima de ondas ao longo da plataforma continental do Rio Grande do Norte (RN), em profundidades intermediárias, a partir da reanálise de ondas Downscaling Ocean Waves – DOW, entre os anos de 1948 e 2008, que integra o SMC-Brasil. Foram calculados pontos DOW em locais com notórios eventos de erosão costeira, a saber: Laguna de Guaraíra, entre os municípios de Tibau do Sul e Senador Georgino Avelino; praia da Barreira do Inferno, município de Parnamirim; trecho entre as praias de Muriú e Jacumã, município de Ceará-Mirim; orla marítima do município de Galinhos; além da praia de Soledade e Ilha Ponta do Tubarão, município de Macau. A escolha de pontos DOW representativos dos trechos de estudo foi realizada com base nas tabelas de probabilidade de ocorrência e a comparação entre os pontos ocorreu por Regressão Linear com Coeficiente de Correlação de Pearson, da altura significativa (Hs) e período de pico (Tp) de onda, em condições de regime médio e de tempestade. As ondas chegam à plataforma oriental do RN vindas principalmente de leste-sudeste e de leste, com Tp entre 6 e 10 s e média de Hs variando entre 1,38  e 1,50 m. Na plataforma setentrional, as ondulações incidem entre as direções norte e leste-sudeste, com valores de Tp acumulados entre 5 e 15 s, alturas médias entre 1,10 e 1,20 m. Os ventos alísios conformam as principais direções de propagação de ondas que chegam ao RN, sendo que a plataforma oriental também recebe o escoamento oriundo do Sistema de Alta Pressão do Atlântico Sul e dos Distúrbios Ondulatórios de Leste. Os eventos extremos de Hs são mais severos na plataforma setentrional, podendo chegar a 3,4 m de Hs, enquanto que ondas com até 2,9 m são previstas para a plataforma oriental.

Biografia do Autor

Lívian Rafaely de Santana Gomes Pinheiro, Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte
Geóloga pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte; Msc. em Ciências Climáticas pela mesma instituição. Atua na área de Geotecnologias e Modelagem Numérica aplicadas ao monitoramento e diagnóstico geodinâmico de ambientes costeiros. Apoio técnico em Gestão Costeira pelo órgão ambiental do RN, Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente - IDEMA.

Referências

ALMEIDA, LAURA R.; AMARO, VENERANDO E.; MARCELINO, ANA M. T.; SCUDELARI, ADA C. Avaliação do clima de ondas da praia de Ponta Negra (RN, Brasil) através do uso do SMC-Brasil e sua contribuição à gestão costeira. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 15, p. 17, 2015.

ÁLVARES, CLAYTON A.; STAPE, JOSÉ L.; SENTELHAS, PAULO C.; GONÇALVES, JOSÉ L. M.; SPAROVEK, GERD. Köppen's climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, v. 22, n. 6, p. 711-728, 2013

AMARO, VENERANDO E.; GOMES, LÍVIAN R. S.; LIMA, FRANCISCO G. F.; SCUDELARI, ADA C.; NEVES, CLÁUDIO F.; BUSMAN, DÉBORA V.; SANTOS, ANDRÉ L. S. Multitemporal analysis of coastal erosion based on multisource satellite images, Ponta Negra beach, Natal City, Northeast Brazil. Marine Geodesy, v. 38, p. 1-25, 2015.

AMARO, V. E.; LIMA, F. G. F.; SANTOS, M. S. T. An Evaluation of Digital Elevation Models to Short-Term Monitoring if a High Energy Barrier Island, Northeast Brazil. World Academy of Science, Engineering and Technology, p. 317-324, 2013.

AMARO, V. E.; SANTOS, M. S. T.; SOUTO, M. V. S. Geotecnologias Aplicadas ao Monitoramento Costeiro: Sensoriamento Remoto e Geodésia de Precisão. Natal: Edição do autor, 2012. 118 p.

ARAÚJO, D. J. C. Transporte longitudinal de sedimento na zona costeira de Natal/RN. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Sanitária da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, p. 141. 2015.

ARAÚJO, D. J. C.; SCUDELARI, A. C.; AMARO, V. A. Evolução decadal da taxa de transporte longitudinal de sedimento em praias urbanas da zona costeira de Natal/RN. Anais do VIII Congresso sobre Planejamento e Gestão das Zonas Costeiras dos Países de Expressão Portuguesa. Aveiro: APRH. 2015. p. 1-15.

BAPTISTA-NETO, J. A.; SILVA, C. G. 2004 Morfologia do fundo oceânico. In BAPTISTA NETO, J. A.; PONZI, V. R. A.; SICHEL, S. E. Introdução à Geologia Marinha. Rio de Janeiro: Interciência, 2004. Cap. 3, p. 31-51.

BOOIJ, N.; RIS, R. C.; HOLTHUIJSEN, L. H. A third-generation wave model for coastal regions. Part I: model description and validation. Journal of Geophysical Research, v. 104, n. C4, p. 7649-7666, 1999.

BUSMAN, D. V.; AMARO, V. E.; PRUDÊNCIO, M. C. Comparison of prognostic models in different scenarios of shoreline position on Ponta Negra beach in Northeast Brazil. World Academy of Science, Engineering and Technology, v. 8, p. 17-21, 2014.

CAIRES, S.; STERL, A.; BIDLOT, J. -R.; GRAHAM, N.; SWAIL, V. Intercomparison of different wind-wave reanalyses. Journal of Climate, v. 17, n. 10, p. 1893-1913, maio 2004.

CAMPOS, E.; BUSALACCHI, A.; GARZOLI, S.; LUTJEHARMS, J.; MATANO, R.; NOBRE, P.; OLSON, D.; PIOLA, A.; TANAJURA, C. The South Atlantic and the Climate. First International Conference on the Ocean Observing System for Climate OCEANOBS99. St Raphaël: IOC-INF/UNESCO. 2001. p. 20.

CAMUS, P.; MENDEZ, F. J.; MEDINA, R.; TOMAS, A.; IZAGUIRRE, C.. High resolution downscaled ocean waves (DOW) reanalysis in coastal areas. Coastal Engineering, v. 72, p. 56-68, 2013.

CÓRDOBA, V. C.; JARDIM DE SÁ, E. F.; SOUZA, D. C.; ANTUNES, A. F. Bacia de Pernambuco-Paraíba. Boletim de Geociências da Petrobras, Rio de Janeiro, v. 15, n. 2, p. 391-403, nov 2007.

EMMANOUIL, G.; GALANIS, G.; KALLOS, G.; BREIVIK, L. A.; HEIBERG, H.; REISTAD, M. Assimilation of RADAR Altimeter Data in Numerical Wave Models: an impact study in two different wave climate regions. Annales Geophysicae, v. 25, p. 581-595, 2007.

FRANCO, C. G. M.; AMARO, V. E.; SOUTO, M. V. S. Prognóstico da erosão costeira no litoral setentrional do Rio Grande do Norte para os anos de 2020, 2030 e 2040. Revista de Geologia, Fortaleza, p. 37-54, 2012.

HASSELMANN, K.; BARNETT, T. P.; BOUWS, E.; CARLSON, H.; CARTWRIGHT, D. E.; ENKE, K.; EWING, J. A.; GIENAPP, H.; HASSELMANN, D. E.; KRUSEMAN, P.; MEERBURG, A.; MÜLLER, P.; OLBERS, D. J.; RICHTER, K.; SELL, W.; WALDEN, H. Measurements of wind-wave growth and swell decay during the Joint North Sea Wave Project (JONSWAP). Deutschen Hydrographischen Zeitschrift, Hamburgo, v. Suplemento: Linha A (8), n. 12, p. 94, 1973.

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E MEIO AMBIENTE DO RIO GRANDE DO NORTE - IDEC. Macrozoneamento Ecológico-Econômico do Litoral Oriental do Estado do Rio Grande do Norte. Natal, 1995, p. 88.

INSTITUTO DE HIDRÁULICA AMBIENTAL DE LA UNIVERSIDAD DE CANTABRIA - IH-CANTÁBRIA. Documento Temático de Ondas. Universidade de Cantábria. Santander, 2012, p. 155.

JEFFREYS, H. On the formation of water waves by wind. Proceedings of the Royal Society of London, Series A, Londres, v. 107, p. 189-206, 1925. Disponivel em: <http://rspa.royalsocietypublishing.org/content/107/742/189>. Acesso em: setembro 2016.

LEFÉVRE, J. M.; AOUF, L.; SKANDRANI, C.; QUEFFEULOU, P. Contribution of Satellite Altimetry to Wave Analysis and Forecasting. ESA Special Publication. Veneza: European Space Agency. 2006. p. 40-43.

MAGALHÃES, M. N.; LIMA, A. C. P. Noções de probabilidade e estatística. 7ª. ed. São Paulo: EDUSP, 2013. 408 p.

MATOS, M. D. F. A. et al. Análise comparativa da agitação obtida com o modelo numérico SWAN na modelagem de ondas do Litoral Setentrional do Rio Grande do Norte, Brasil, e dados de campo. Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 13, n. 3, p. 283-299, 2013.

MATOS, M. F. A.; SCUDELARI, A. C.; AMARO, V. E.; ALVES, A. S. S.; SALES, M. L. C. Análise evolutiva da taxa de erosão da linha de costa do Litoral Leste do RN, Brasil. XII Simpósio de Hidráulica e Recursos Hidricos dos Países de Língua Portuguesa. Brasília: APRH Lisboa. 2015. p. 10.

MELO, A. B. C.; CAVALCANTI, I. F. A.; SOUZA, P. P. Zona de Convergência Intertropical do Atlântico. In CAVALCANTI, I.F.A.; FERREIRA, N.J.; SILVA, M.G.A.J.; DIAS, M.A.F.S. Tempo e clima no Brasil. São Paulo: Oficina de Textos, 2009. Cap. 2, p. 25-41.

MOLION, L. C. B.; BERNARDO, S. O. Uma revisão da dinâmica das chuvas no Nordeste brasileiro. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 17, p. 1-10, 2002.

NORDSTROM, K. F. Recuperação de praias e dunas. Tradução de Silvia H. Gonçalves. São Paulo: Oficina de Textos, 2010.

ONEA, F.; RUSU, E. Coastal protections provided by energy farms in the romanian nearshore. Mechanical Testing and Diagnosis, v. 2, n. 6, p. 5-14, 2016.

PETERSON, R. G.; STRAMMA, L. Upper-level circulation in the South Atlantic Ocean. Progress in Oceanography, 26, n. 1, p.1-73, 1991.

PIANCA, C.; MAZZINI, P. L. F.; SIEGLE, E. Brazilian offshore wave climate based on NWW3 Reanalysis. Brazilian Journal of Oceanography, v. 58, n. 1, p. 53-70, 2010.

REBOITA, M. S.; KRUSCHE, N.; AMBRIZZI, T.; ROCHA, R. P. Entendendo o tempo e o clima na América do Sul. Terrae Didática, v. 8, n. 1, p. 34-50, 2012.

REGUERO, B. G.; MENÉNDEZ, M.; MÉNDEZ, F. J.; MÍNGUEZ, R.; LOSADA, I. J. A Global Ocean Wave (GOW) calibrated reanalysis from 1948 onwards. Coastal Engineering, v. 65, p. 38-55, 2012.

RIOS, V. P. L.; AMARO, V. E. Caracterização dos depósitos sedimentares Holocênicos no sistema de ilhas barreiras do estuário Diogo Lopes, litoral setentrional do Rio Grande do Norte. Revista de Geologia, Fortaleza, v. 25, n. Edição Especial HIDROSEMA-UFRN, p. 55-69, jan 2012.

SANTOS, A. L. S.; AMARO, V. E.; SANTOS, M. S. T. Terrestrial laser scanner applied to monitoring beach morphological changes in a high energy coastal zone in Northeast Brazil. Annals of 7th International Terrestrial Laser Scanning User Meeting. Rome: Optech. 2014. p. 13.

SANTOS, M. S. T.; AMARO, V. E. Dinâmica sazonal de processos costeiros e estuarinos em sistema de praias arenosas e ilhas barreira do Nordeste do Brasil. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 14, n. 2, p. 151-162, 2013.

SANTOS-JR., OLAVO F.; SCUDELARI, ADA C.; COSTA, Y. D.; COSTA, C. M. Sea cliff retreat mechanisms in Northeastern Brazil. Journal of Coastal Research, v. SI 64, p. 820-824, 2011.

SCUDELARI, A. C.; BRAGA, K. G.; COSTA, F. A. A.; SANTOS-JR.; F., O. Estudo dos processos erosivos instalados na praia de Pipa - RN. Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology, v. 9, n. 1, p. 31-37, 2005.

SILVA, D. R. V.; AMARO, V. E.; SOUTO, M. V. S.; NASCIMENTO, M. C.; PEREIRA, B. R. B. Geomorfologia de uma área com alta sensibilidade ambiental na Bacia Potiguar (NE do Brasil). Revista da Gestão Costeira Integrada, v. 10, n. 4, p. 545-566, 2010.

SILVA, D. R. V.; AMARO, V. E. Integração entre dados óticos e de RADAR (SRTM) para caracterização geoambiental do litoral setentrional do Rio Grande do Norte. Revista Geográfica Acadêmica, v. 2, n. 2, agosto 2008.

SPINOZA, E. Distúrbios Ondulatórios de Leste na Região Tropical. In: (ORG.) Climanálise Especial - Edição Comemorativa de 10 Anos. 1ª Edição. ed. Cachoeria Paulista: CPTEC/INPE, v. 1, 1996. Cap. 18.

STEWART, R. H. Ocean Waves. In: STEWART, R. H. Introduction to Physical Oceanography. Texas: A & M University, 2006. Cap. 16, p. 271-292.

STRAMMA, L.; FISCHER, J.; BRANDT, P.; SCHOTT, F. Circulation, variability and near-equatorial meridional flow in the central tropical Atlantic. Elsevier Oceanography Series, v. 68, p. 1-22, 2003.

SUGUIO, K. Ambientes de sedimentação e fácies sedimentares. In: SUGUIO, K. Geologia Sedimentar. 1a. ed. São Paulo: Blücher, 2003. Cap. 8, p. 205-288.

TOLMAN, H. L. Distributed memory concepts in the wave model WAVEWATCH III. Paralel Computing, v. 28, p. 35-52, 2002.

VITAL, H. et al. Rio Grande do Norte. In: MUEHE, D. Erosão e progradação do litoral brasileiro. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2006. Cap. 5, p. 155-172.

VITAL, H. et al. A modern high-energy siliciclastic-carbonate platform: continental shelf adjacent to northern Rio Grande do Norte state, Northeastern Brazil. SEMP Special Publication: Recent Advances in Models of Siliciclastic Shallow-Marine Stratigraphy, v. 90, 2008, p. 175-188.

VITAL, H.; SILVEIRA, I. M.; AMARO, V. E. Carta sedimentológica da plataforma continental brasileira - área Guamaré a Macau (NE Brasil), utilizando integração de dados geológicos e sensoriamento remoto. Revista Brasileira de Geofísica, v. 23, n. 3, p. 233-241, 2005.

Publicado
2018-05-22
Seção
Artigos