Percepções acerca da condição de saúde de pessoas com obesidade

  • Cátia Suely Palmeira Universidade Federal da Bahia e Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP
  • Laíne Maria Monteiro Garrido Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP
  • Maria de Lourdes Lima Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP
  • Armênio Costa Guimarães Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP
  • Ana Marice Teixeira Ladeia Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP

Resumo

Objetivo: compreender as percepções de pessoas com obesidade sobre esta condição de saúde. Métodos: pesquisa qualitativa realizada em ambulatório para acompanhamento de pessoas com obesidade. Foram entrevistadas 15 pessoas com diagnóstico de obesidade. Dados coletados por entrevistas e submetidos à Análise de Conteúdo Temática. Resultados: emergiram três categorias: Significando a obesidade, Afetando a vida cotidiana e a saúde e Enfrentando a obesidade. Na primeira categoria, a maioria dos entrevistados significou negativamente a própria obesidade; na segunda, perceberam-na como condição capaz de provocar dano à saúde e à capacidade laboral; e, na terceira, como condição que precisa ser enfrentada e tratada. Conclusão: as percepções da obesidade refletiram, sobretudo, sentimentos negativos, acompanhados de algum grau de sofrimento físico, psíquico e social.

Biografia do Autor

Cátia Suely Palmeira, Universidade Federal da Bahia e Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP
Enfermeira, Mestre em Enfermagem. Professora Assistente da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Salvador, Bahia, Brasil
Laíne Maria Monteiro Garrido, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP

Enfermeira. Especialista em Enfermagem e UTI pela Faculdade Social da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil.

Maria de Lourdes Lima, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP
Médica, Professora Doutora, Universidade Federal da Bahia/UFBA, Pós-Graduação em Medicina e Saúde Humana, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP. Salvador, Bahia, Brasil.
Armênio Costa Guimarães, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP
Médico, Professor Emérito, Universidade Federal da Bahia/UFBA. Pós-Graduação em Medicina e Saúde Humana, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP. Salvador, Bahia, Brasil.
Ana Marice Teixeira Ladeia, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP

Médica, Professora Doutora, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública/EBMSP, Graduação/Pós-Graduação em Medicina e Saúde Humana, Salvador, Bahia, Brasil.

Publicado
2016-10-30
Seção
Artigos de Pesquisa