SOBRE A NECESSIDADE DA TRADUÇÃO PEDAGÓGICA NA AULA DE LÍNGUA NÃO MATERNA: QUINTA HABILIDADE E MACROESTRATÉGIAS

  • Elisa Figueira de Souza Corrêa

Resumo

Este artigo procura instigar o debate entre os estudos sobre ensino-aprendizagem de língua não materna (LNM) e os Estudos da Tradução, na medida em que busca estabelecer como as atuais ideias da linguística pós-estruturalista e a condição pós-método contribuem para a reabilitação da tradução como um recurso didático no ensino-aprendizagem de LNM. O artigo procura fi xar primeiramente a defi nição de “tradução pedagógica”. Em seguida, trata-se do conceito de “tradução como quinta habilidade”. Por fi m, abordam-se as macroestratégias de Kumaravadivelu (1994) para a auto-orientação de professores em sua prática letiva, a fi m de refl etir sobre o que algumas destas podem ganhar através do uso de exercícios de tradução em sala de aula de LNM.

Palavras-chave: tradução pedagógica; tradução como quinta habilidade; condição pós-método.

Como Citar
CORRÊA, E. F. DE S. SOBRE A NECESSIDADE DA TRADUÇÃO PEDAGÓGICA NA AULA DE LÍNGUA NÃO MATERNA: QUINTA HABILIDADE E MACROESTRATÉGIAS. Revista de Letras, v. 2, n. 33, 11.