Estudo de usuários com necessidades educacionais especiais

análise da produção científica em Ciência da Informação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36517/2525-3468.ip.v8i0.2023.83259.1-16

Palavras-chave:

Estudo de usuários com necessidades educacionais especiais. Usuários com necessidades educacionais especiais. Necessidades educacionais especiais. Ciência da informação.

Resumo

Introdução: Os primeiros vestígios relacionados ao estudo de usuários datam de 1908 e 1919, nessa época sua finalidade era registar o uso da biblioteca, atualmente seu propósito é centrado no usuário. Este artigo tem como objetivo verificar a produção científica acerca do estudo de usuários com necessidades educacionais especiais. Método: foi desenvolvida uma pesquisa de natureza básica, exploratória, bibliográfica e qualitativa. Foram consultadas as seguintes fontes de informação: Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação, Library, Information Science & Technology, a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, nos anais do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação e do Congresso Brasileiro de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação. Resultados: Observou-se que a produção científica relacionada ao estudo de usuários com necessidades educacionais específicas é escassa, os estudos são incipientes. Conclusão: a temática pode crescer sua produção científica ao longo dos anos por conta de seu tempo de existência, que ainda é pouco se considerarmos a publicação do primeiro estudo de usuário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celina Silveira Medeiros, Faculdade Municipal de Palhoça

Mestra em Gestão da Informação pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Graduanda de Licenciatura em Pedagogia pela Faculdade Municipal de Palhoça.

Lourival José Martins Filho, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutor em Teologia pela Faculdade EST. Docente do Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação e do Programa de Pós-Graduação em Educação, ambos da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Jorge Moisés Kroll do Prado, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina. Docente do Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Tânia Regina da Rocha Unglaub , Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutora em História pela Universidade Federal de Santa Catarina. Docente do Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Referências

ALMEIDA, Maria Christina Barbosa de. Planejamento de bibliotecas e serviços de informação. Brasília: Briquet de Lemos, 2000.

ANDRADE, Suélen; LUCAS, Elaine Rosângela de Oliveira; NASCIMENTO, Maria de Jesus. Acessibilidade para usuários da informação com deficiência: um estudo de artigos em biblioteconomia e ciência da informação. Biblionline, João Pessoa, v. 11, n. 1, p. 1–20, 2015. Disponível em: http://hdl.handle.net/20.500.11959/brapci/16364. Acesso em: 5 jan. 2023.

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Abordagem interacionista de estudos de usuários da informação. Ponto de Acesso, Salvador, v. 4, n. 2, p. 2-32, set. 2010. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/3856/3403. Acesso em: 5 jan. 2023.

ARAÚJO, Carlos Alberto Ávila. Estudos de usuários: pluralidade teórica, diversidade de objetos. In: ENANCIB, 9, 2008, São Paulo. Anais do Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 9. Anais […] São Paulo: 2008. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/download/179058. Acesso em: 5 jan. 2023.

BRASIL. Lei nº 4.024 de 20 de dezembro de 1961a. Disponível em: hhttps://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1960-1969/lei-4024-20-dezembro-1961-353722-publicacaooriginal-1-pl.html. Acesso em: 5 jan. 2023.

BRASIL. Lei nº 5692 de 11 de agosto de 1971b. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1960-1969/lei-4024-20-dezembro-1961-353722-publicacaooriginal-1-pl.html. Acesso em: 5 jan. 2023.

BRASIL. Lei nº 9394 de 20 de dezembro de 1996c. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 5 jan. 2023.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva de 07 de janeiro de 2008d. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf. Acesso em: 5 jan. 2023.

BRASIL. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva de 07 de janeiro de 2008d. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/politicaeducespecial.pdf. Acesso em: 5 jan. 2023.

BRASIL. Decreto nº 5296 de 2 de dezembro de 2004e. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5296.htm. Acesso em: 5 jan. 2023.

BRASIL. Resolução nº 207, de 09 de novembro de 2018f. Código de Ética e Deontologia do Bibliotecário. Brasília, DF. Disponível em: https://crb6.org.br/2020/wp-content/uploads/2019/12/Resolu%C3%A7%C3%A3o-207-C%C3%B3digo-de-%C3%89tica-e-Deontologia-do-CFB-1.pdf. Acesso em: 5 jan. 2023.

CAPURRO, Rafael. Epistemologia e ciência da informação. In: ENANCIB, 5, 2003, Belo Horizonte. Anais do Encontro Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Ciência da Informação, 5. Anais [...]. Belo Horizonte: 2003. Disponível em: http://www.capurro.de/enancib_p.htm. Acesso em: 5 jan. 2023.

CORRÊA, Elisa Cristina Delfini. Usuário não! Interagente: proposta de um novo termo para um novo tempo. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 19, n. 41, p. 23-40. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2014v19n41p23/28292. Acesso em: 5 jan. 2023.

CORRÊA, Luis Miranda. Alunos com necessidades educativas especiais nas classes regulares. Porto: Porto Editora, 1999.
CORTEZ, Maria Tereza. Centro de documentação: implantação com microcomputador. São Paulo: MT Cortez, 1987.

DEMO, Pedro. Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 2000.

DERVIN, Brenda; NILAN, Michael. Information needs and uses. Annual Review of Information Science and Technology, v. 21, p. 1-16. 1986. Disponível em: http://www2.hawaii.edu/~donnab/lis670/dervin_nilan.pdf. Acesso em: 5 jan. 2023.

FIGUEIREDO, Nice Menezes de. Estudos de uso e usuários da informação. Brasília: IBCT, 1994.

GONZÁLEZ TERUEL, Aurora. Los estudios de las necesidades y usos de la información: fundamentos y perspectivas actuales. Gijón: Trea, 2005.

KHUN, Thomas Samuel. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Perspectiva, 2013.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2007.

LE COADIC, Yves François. A Ciência da Informação. Brasília: Briquet de Lemos, 2004.

MARCHESI, Álvaro; MARTIN, Elena. A terminologia faz com que as necessidades especiais sejam modificadas. In: COLL, Cesar; MARCHESI, Álvaro; PALACIOS, Jesus. Desenvolvimento psicológico e educação: necessidades educativas especiais e aprendizagem escolar. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995. p. 7-23.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E CULTURA (UNESCO). Declaração de Salamanca sobre princípios, políticas e práticas na área das necessidades educativas especiais. 1994. Disponível em: https://www.udesc.br/arquivos/udesc/documentos/Declara__o_de_Salamanca_15226886560741_7091.pdf. Acesso em: 5 jan. 2023.

RABELLO, Odilia Clark Peres. Análise do campo de conhecimento relativo a usuários de biblioteca. 1980. 122 f. Dissertação (Mestrado) – Pós-Graduação em Administração de Bibliotecas da Escola de Biblioteconomia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1980. Disponível em: http://hdl.handle.net/1843/BUOS-93DGBZ. Acesso em 5 jan. 2023.

RODRIGUES, Virginia Lucia; CARDOSO, Ana Maria Pereira. O campo de estudos de usuários na ciência da informação brasileira: uma revisão sistemática da literatura. Em Questão, Porto Alegre, v. 23, n. 2, p. 234-251, maio/ago., 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/67205/40682. Acesso em: 5 jan. 2023.

SARACEVIC, Tefko. Ciência da Informação: origem, evolução e relações. Perspectiva em Ciência da Informação, v. 1, n. 1, p. 41-62, jan./jun., 1996. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/pci/article/view/22308/17916. Acesso em: 5 jan. 2023.

SILVA, Jonathas Luiz Carvalho; FREIRE, Gustavo Henrique de Araújo. Um olhar sobre a origem da Ciência da Informação: indícios embrionários para sua caracterização identitária. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis v. 17, n. 33, p. 1-29, jan./abr., 2012. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2012v17n33p1/21708. Acesso em: 5 jan. 2023.

Publicado

2023-10-19

Como Citar

MEDEIROS, Celina Silveira; MARTINS FILHO, Lourival José; PRADO, Jorge Moisés Kroll do; UNGLAUB , Tânia Regina da Rocha. Estudo de usuários com necessidades educacionais especiais: análise da produção científica em Ciência da Informação. Informação em Pauta, [S. l.], v. 8, p. 1–16, 2023. DOI: 10.36517/2525-3468.ip.v8i0.2023.83259.1-16. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/83259. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos