A culpa, a reencarnação e os novos paradigmas da ciência

Desirée Varella Bianeck

Resumo


O presente artigo problematiza sobre a questão da culpa e seu entendimento em âmbito religioso no que tange a concepção da reencarnação, considerando relevante objetivar a cisma entre a objetividade das ciências positivistas e o objeto de estudo das chamadas humanidades. Abordando o tema da reencarnação, pretende abrir caminho para um pensamento anti- hegemônico e emergente acerca da separação entre religião e ciência e a natureza da ciência da psicologia, ocidental e oriental. Parte-se do pressuposto que a emergência de novos paradigmas para as ciências de modo geral, afetará a psicologia ampliando as visões nela existentes permitindo seu crescimento e enriquecimento por meio de parâmetros diferentes para o estudo do homem/natureza/sociedade.

Palavras-chave


psicologia, culpa, reencarnação, paradigma.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

      

        

CNENlogo_livre2.png      ResearchBib      

    

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.