Psicanálise e saúde: a circulação da palavra na saúde ocupacional

  • Sidney de Oliveira
Palavras-chave: Perversão, lei, fascinação, supereu, política.

Resumo

A experiência da palavraentre profissionais da saúdeocupacional e os pacientes é um sintoma do contexto biológico, sociológico e psicológico. A análise da palavra deve ser feita em conteúdos e formas. Este trabalho foi realizado tendo como ponto investigativo os problemas entre profissionais da saúde e pacientes em um centro de saúde pública. Este artigo discute a saúde ocupacional nas contradições entre gestão organizacional, comprometimento pessoal e o capitalismo industrial. A saúde ocupacional revela-se como sintoma do contexto biológico, social e psicológico. A busca da excelência no desempenho invadiu a sociedade industrial e a saúde ocupacional em busca da melhoria constante do desempenho. Enfatiza aqui que as estratégias de dominação comportamental nas organizações e grupos ou equipes objetivaram, a partir do surgimento do capitalismo, adequar os indivíduos à ideologia hegemônica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
de Oliveira, S. (1). Psicanálise e saúde: a circulação da palavra na saúde ocupacional. Revista De Psicologia, 3(2), 26-30. Recuperado de http://periodicos.ufc.br/psicologiaufc/article/view/117
Seção
Artigos