A transição do ensino médio para a universidade: um estudo qualitativo sobre os fatores que influenciam este processo e suas possíveis consequências comportamentais

Ana Paula Moreno Pinho, Laís Carvalho Dourado Carvalho Dourado, Rebeca Martins Aurélio, Antonio Virgílio Bittencourt Bastos

Resumo


A entrada na Universidade para muitos jovens é marcada por uma fase de transição caracterizada por diversas mudanças que interferem em seu desenvolvimento psicossocial, além do profissional. O presente trabalho teve como objetivo a análise dos fatores que influenciaram na adaptação do aluno, egresso do ensino médio, à vida universitária, bem como a identificação das mudanças comportamentais ocorridas em função desse processo de transição acadêmica. O estudo foi realizado através de entrevistas semi-estrutadas com 8 estudantes pertencentes a diferentes cursos. Os dados foram analisados através da análise de conteúdo e categorizados em dois segmentos: Fatores que Influenciaram na Adaptação e Mudanças Comportamentais. Os resultados indicaram o destaque de sete categorias para o primeiro bloco – Infraestrutura; Informação sobre a Universidade e o curso; Fatores Externo à Universidade; Aspectos Organizacionais; Material de Estudo; Vínculos e Professores – e quatro categorias para o segundo bloco - Aspectos pessoais; Organização pessoal para o estudo; Tempo e Sintomas. O estudo contribui para pontuar as dificuldades encontradas pelos alunos ingressantes no contexto da universidade e proporcionou melhor compreensão sobre a transição acadêmica.


Palavras-chave


Transição acadêmica; ensino médio, vida universitária, mudanças comportamentais, fatores de evasão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

      

        

CNENlogo_livre2.png      ResearchBib      

    

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.