A permanência no tempo e a aparência de não-metamorfose: contribuições de Ricoeur e Ciampa para uma crítica da identidade

Vinicius Furlan, Aluísio Ferreira Lima, Beatriz Oliveira Santos

Resumo


O  objetivo  do  artigo  é  apresentar  as  contribuições  do  filósofo  francês  Paul  Ricoeur  e  do  psicólogo  social  brasileiro  Antonio  da  Costa
Ciampa para a crítica da identidade. Para tanto, trata-se de discutir como os dois autores desenvolveram suas teorias sobre a identidade
narrativa e identidade metamorfose. Além disso, o artigo assinala as diferentes categorias desenvolvidas pelos autores (mesmidade e
ipseidade; mesmice e mesmidade) ao tratar dos problemas que se depararam: a) permanência da identidade no tempo e b) aparência
de não-metamorfose da identidade. Finalmente, é apresentada as proximidades e diferenças em suas perspectivas, de modo a oferecer
ao leitor elementos importantes para pesquisas e estudos acercada identidade na contemporaneidade.

Palavras-chave


Psicologia Social; Identidade Metamorfose; Identidade Narrativa; Antonio da Costa Ciampa; Paul Ricoeur

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

      

        

CNENlogo_livre2.png      ResearchBib      

    

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.