A lei e as leis: cenários e cenas na aplicação da lei Maria da Penha

  • Jair José Schuh Associação Matogrossense de Psicanálise
Palavras-chave: Psicanálise, Direito, Lei Maria da Penha

Resumo

Este artigo é uma versão revista e ampliada de um trabalho originalmente veiculado por nós quando da realização do 3o Encontro
Nacional do Corpo Freudiano Escola de Psicanálise, que teve por tema “A psicanálise e Lei”. Nele, pretendemos nos debruçar sobre
a interface entre Psicanálise e Direito, mais especificamente nos ocuparemos de cenários e cenas que dizem respeito a aplicação da
Lei 11. 340/06, que leva o nome de Lei Maria da Penha. Isso nos levará a uma discussão mais ampla acerca da própria feitura das
Leis. O referencial teórico e metodológico do qual nos utilizamos para esse fim tem por base as contribuições de Freud, Lacan, bem
como de psicanalistas contemporâneos que tratam mais de perto das relações entre o Direito e a Psicanálise e entre a Lei e as leis.

Biografia do Autor

Jair José Schuh, Associação Matogrossense de Psicanálise
Psicanalista. Especialista em Educação de Jovens e Adultos, graduado em Filosofia, Teologia e Psicologia. Membro da Associação Matogrossense de Psicanálise.
Publicado
2016-03-29
Como Citar
Schuh, J. J. (2016). A lei e as leis: cenários e cenas na aplicação da lei Maria da Penha. Revista De Psicologia, 6(2), 112-117. Recuperado de http://periodicos.ufc.br/psicologiaufc/article/view/2618
Seção
Artigos