Distúrbio de conduta e transtorno de déficit de atenção/hiperativdade: uma análise

  • Henata Mariana Oliveira Mazzoni Universidade do Sagrado Coração
  • Maria Lourdes Merighi Tabaquim Universidade do Sagrado Coração
Palavras-chave: Transtorno, inatenção, impulsividade, hiperatividade, comportamento, criança

Resumo

É cada vez maior o número de pais que procuram tratamento para o filho com comportamentos inadequados que se assemelham aos característicos do Transtorno de Deficit de Atenção/ Hiperatividade TDAH, relacionados a inatenção, hiperatividade e impulsividade, mas que nem sempre correspondem ao transtorno. Este trabalho teve como objetivo analisar as queixas clínicas dos aspectos comportamentais que caracterizam o TDAH em crianças e adolescentes, através da pesquisa documental. Participaram da análise, 17 casos com queixa de pais e professores sobre os comportamentos apresentados pelas crianças em fase escolar fundamental. As queixas nomeadas de maior incidência e impacto foram: “falta de atenção” (28%) e “agitação” (21%). Nomeações como “problemas de comportamento” (9%), “impulsividade” (5%), “impaciência” (5%), “nervosismo” (2%), “rebeldia” (2%), sugeriram comportamentos coexistentes de uma mesma categoria relacionada à inabilidade social (24%). Outras queixas apareceram relacionadas às dificuldades na aprendizagem (7%). Complementando o estudo com pareceres interdisciplinares, neurológico, psicológico e pedagógico, observou-se que foi atribuído diagnóstico de TDAH somente a três casos, correspondendo a 17% da amostra. O estudo concluiu que as queixas dos pais e professores tiveram correlação sem significância estatística, quanti e qualitativa com os sinais sugestivos de TDAH.

Biografia do Autor

Henata Mariana Oliveira Mazzoni, Universidade do Sagrado Coração
Psicóloga, Universidade do Sagrado Coração.
Maria Lourdes Merighi Tabaquim, Universidade do Sagrado Coração
Doutora em Ciências Médicas, Docente da Universidade do Sagrado Coração.
Publicado
2010-06-01
Como Citar
Mazzoni, H. M. O., & Merighi Tabaquim, M. L. (2010). Distúrbio de conduta e transtorno de déficit de atenção/hiperativdade: uma análise. Revista De Psicologia, 1(1), 63-74. Recuperado de http://periodicos.ufc.br/psicologiaufc/article/view/48
Seção
Artigos