A reestruturação produtiva, as estratégias de controle psicopolítico e seus impactos nas práticas escolares

Sidney N. Oliveira

Resumo


Este trabalho visa contribuir para uma reflexão sobre os impactos da reestruturação produtiva na vida do trabalhador em educação. Objetiva-se, a partir daí, analisar os impactos políticos, cognitivos e afetivos dos profissionais envolvidos em educação (dirigentes, professores, psicólogos, orientadores, técnicos, entre outros). Parte-se da premissa de que a perda da identidade e de qualquer tipo de referência Político-Cognitivo-Afetiva no trabalho é, em grande parte, conseqüência de uma sociedade injusta, de um modelo sócio-econômico explorador e de governos que possuíam outras prioridades.

Palavras-chave


subjetividade, práticas escolares, equipes pedagógicas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

      

        

CNENlogo_livre2.png      ResearchBib      

    

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.