Atuação psicológica na assistência à criança com câncer: da prevenção aos cuidados paliativos

  • Luciana Araújo Gurgel Universidade Federal do Ceará
  • Ana Maria Vieira Lage Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Câncer infantil, atuação do psicólogo, cuidados paliativos.

Resumo

Câncer é considerado problema de saúde pública. Na infância, apresenta alta incidência e mortalidade. Entretanto, a cura aumenta com diagnóstico precoce e tratamentos adequados, realizados por uma equipe multiprofissional. O psicólogo se insere nessa equipe e na equipe de cuidados paliativos, forma de cuidar oferecida para pacientes que não apresentam respostas a tratamentos curativos. A proposta desse trabalho é comentar a atuação do psicólogo na assistência à criança com câncer em todas as fases: da prevenção aos cuidados paliativos. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica baseada em: artigos científicos das bases Scielo Brasil e Biblioteca Virtual em Saúde; livros que retratam as temáticas: Câncer Infantil, Psico-oncologia, Cuidados Paliativos, Morte e; resgate da legislação. A análise da pesquisa permitiu considerar que existem muitos artigos sobre câncer infantil, psicologia hospitalar, cuidados paliativos, morte e luto mas poucos sobre psico-oncologia pediátrica e prática do psicólogo em cuidados paliativos. A prática do psicólogo no contexto do câncer infantil é focada em apoio, aconselhando e reabilitação; pode ser feita a nível individual ou grupal, através de escuta qualificada, esclarecimento de dúvidas, mediação entre paciente-família-equipe. O psicólogo pode trabalhar em todas as fases do câncer infantil, portanto, tornam-se necessários mais estudos e publicações na área da Psicologia.

Biografia do Autor

Luciana Araújo Gurgel, Universidade Federal do Ceará
Psicóloga - Universidade Federal do Ceará.
Ana Maria Vieira Lage, Universidade Federal do Ceará
Professora Doutora Titular do Departamento de Psicologia da UFC.
Como Citar
Gurgel, L. A., & Lage, A. M. V. (1). Atuação psicológica na assistência à criança com câncer: da prevenção aos cuidados paliativos. Revista De Psicologia, 4(1), 83-96. Recuperado de http://periodicos.ufc.br/psicologiaufc/article/view/793
Seção
Artigos