Fatores de risco e conhecimento de idosos sobre doença renal crônica

Millena Freire Delgado, Isabel Neves Duarte Lisboa, Maria Isabel da Conceição Dias Fernandes, Ana Carolina Costa Carino, Renata Marinho Fernandes, Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira

Resumo


Objetivo: analisar a relação entre os fatores de risco e o conhecimento dos idosos sobre a doença renal crônica. Métodos: estudo transversal, realizado com 100 idosos cadastrados em unidades básicas, utilizando entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados com recurso à estatística descritiva e inferencial. Resultados: a maioria dos idosos detinha conhecimento adequado sobre a doença e a prevenção, mas conhecimento deficiente sobre a hemodiálise. Em relação aos fatores de risco presentes nos idosos destacam-se os valores aumentados e com significância estatística da circunferência abdominal (p=0,049), tabagismo (p=0,022) e o etilismo(p=0,013). Conclusão: identificaram-se relações entre os fatores de risco tabagismo, etilismo, circunferência abdominal aumentada, e o conhecimento dos idosos sobre a doença renal crônica.

Palavras-chave


Enfermagem; Atenção Primária à Saúde; Insuficiência Renal Crônica; Idoso.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v18i3.20063

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

 Marca ABEC CompletaResultado de imagem para Rede Iberoamericana de Editoração Científica em Enfermagem