Percepções e atitudes de crianças que vivenciam a obesidade

Palavras-chave: Obesidade Pediátrica; Perda de Peso; Imagem Corporal; Enfermagem Pediátrica; Estilo de Vida.

Resumo

Objetivo: apreender como crianças obesas percebem e vivenciam a condição de obesidade no cotidiano. Métodos: pesquisa qualitativa, realizada com 14 crianças entre seis e dez anos de idade. Os dados foram coletados por meio de entrevista nos domicílios e submetidos à análise de conteúdo, modalidade temática. Resultados: emergiram três categorias: Auto percepção corporal de crianças obesas – mostra a insatisfação com a forma física; Reconhecendo os efeitos da obesidade – retrata as dificuldades experienciadas e o quanto o excesso de peso interfere no cotidiano e; Buscando alternativas para redução do peso – descreve as iniciativas (nem sempre corretas) da criança e sua família para redução de peso. Conclusão: as crianças se reconhecem com excesso de peso e esta condição interfere em seus cotidianos, no desenvolvimento de atividades físicas, nas relações sociais e na saúde mental, quando existe bullying na escola ou em casa.

Referências

Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica. Diretrizes brasileiras de obesidade [Internet]. 2016 [citado 2017 jul. 13]. Disponível em: http://www.abeso.org.br/uploads/downloads/92/57fccc403e5da.pdf

Santos JPP, Prati, ARC, Fernandes CAM. Association between blood pressure and indicators of obesity general and central in students: forms for care and education at children’s in schools. Cienc Cuid Saúde. 2013; 12(1):146-54. doi: https://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v12i1.21723

Sahoo K, Sahoo B, Choudhury AK, Sofi NY, Kumar R, Bhadoria AS. Childhood obesity: causes and consequences. J Family Med Prim Care. 2015; 4(2):187-92. doi: https://dx.doi.org/10.4103%2F2249-4863.154628

Santos RA, Maranhão TLG, Batiste HMT. Obesidade infantil e abordagens em psicologia: uma revisão da literatura. Id Line Rev Psic. 2016; 10(30):345-75. doi: http://dx.doi.org/10.14295/idonline.v10i30.443

Rosaneli CF, Baena CP, Auler F, Nakashima ATA, Oliveira ERN, Oliveira AB, et al. Elevated blood pressure and obesity in childhood: a cross-sectional evaluation of 4,609 Schoolchildren. Arq Bras Cardiol. 2014; 103(3):238-44. doi: http://dx.doi.org/10.5935/abc.20140104

Santos AL, Bevilaqua CA, Marcon SS. Participation and care of mothers concerning the obesity control of adolescents: a descriptive study. Online Braz J Nurs. 2013; 12(2):330-45. doi: http://dx.doi.org/10.5935/1676-4285.20134031

Leite ACB, Ferrazzi NB, Mezadri T, Höfelmann DA. Body dissatisfaction among students in Brazilian Southern city. Rev Bras Crescimento Desenvolv Hum. 2014; 24(1):54-61. doi: http://dx.doi.org/10.7322/jhgd.72154

Victorino SVZ, Soares LG, Marcon SS, Higarashi IH. Living with childhood obesity: the experience of children enrolled in a multidisciplinary monitoring program. Rev Rene. 2014; 15(6):980-9.doi:10.15253/2175-6783.2014000600011

Tiggemann M, Barret WE. Childrens’s figure ratings: relationship to self-esteem and negative stereotyping. Int J Eat Disord. 1998; 23(3):83-8. doi: http://dx.doi.org/10.1002/(SICI)1098-108X(199801)23:1<83::AID-EAT10>3.0.CO;2-O

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Abrasco; 2013.

Cortes MG, Meireles AL, Friche AAL, Caiaffa WT, Xavier CC. O uso de escalas de silhuetas na avaliação da satisfação corporal de adolescentes: revisão sistemática da literatura. Cad Saúde Pública. 2013; 29(3):427-44. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2013000300003

Miranda VPN, Conti MA, Carvalho PHB, Bastos RR, Ferreira MEC. Body image in different periods of adolescence. Rev Paul Pediatr. 2014; 32(1):63-9.doi:http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822014000100011

Coelho GD, Ferreira EF, Corrêa AAM, Oliveira, RAR. Avaliação do autoconceito de crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade. R Bras Qual Vida. 2016; 8(3):204-17. doi: http://dx.doi.org/10.3895/rbqv.v8n3.3868

Skopinski F, Lima RT, Schneider RH. Imagem corporal, humor e qualidade de vida. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2015; 18(1):95-105. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1809-9823.2015.14006

Evangelista LA, Aerts D, Alves GG, Palazzo L, Câmara S, Jacob MH. Body image perception in scholars of a school in the Brazilian north region. J Hum Growth Dev. 2016; 26(3):385-92. doi: http://dx.doi.org/10.7322/jhgd.122917

Messiah SE, Lipshultz SE, Natale RA, Miller TL. The imperative to prevent and treat childhood obesity: why the world cannot afford to wait. Clin Obes. 2013; 3(6):163-71. doi: http://dx.doi.org/10.1111/cob.12033

Ministério da Saúde (BR). Lei nº 13.185, de 6 de novembro de 2015. Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying). Brasília: Ministério da Saúde; 2015.

Cibinello FU, Pozzo CCD, Moura L, Santos GM, Fujisawa DS. Teste de caminhada de seis minutos: desempenho de crianças com excesso de peso. Rev Bras Med Esporte. 2017; 23(2):142-46. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1517-869220172302158475

Gomes CB, Carletti L, Perez AJ. Desempenho em teste cardiopulmonar de adolescentes: peso normal e excesso de peso. Rev Bras Med Esporte. 2014; 20(3):195-9. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1517-86922014200301879

Testa WL, Poeta LS, Duarte MDFS. Exercício físico com atividades recreativas: uma alternativa para o tratamento da obesidade infantil. Rev Bras Obes Nut Emag [Internet]. 2017 [citado 2017 ago. 17]; 11(62):49-55. Disponível em: http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/419/416

Publicado
2018-03-26
Seção
Artigos de Pesquisa