Vulnerabilidade à infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana entre mulheres em idade fértil

Ana Clara Patriota Chaves, Carla Suellen Pires de Sousa, Paulo César de Almeida, Elys Oliveira Bezerra, George Jó Bezerra Sousa, Maria Lúcia Duarte Pereira

Resumo


Objetivo: analisar fatores de vulnerabilidade feminina associados à infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana entre mulheres em idade fértil. Métodos: estudo epidemiológico do tipo caso-controle com mulheres em idade fértil realizado em um serviço de referência. Foram coletados dados sobre vulnerabilidade socioeconômicos, individuais, dos parceiros e dos serviços de saúde. Estes foram analisados de forma uni, bi e multivariada. Resultados: fizeram parte da pesquisa 174 mulheres, na qual se evidenciou que as chances para infecção aumentavam quatro vezes para as que tinham renda familiar até 1.000,00, 5,5 vezes mais para aquelas que não conheciam camisinha feminina, 16,7 vezes mais para as que fizeram uso de bebida alcoólica e 4,8 vezes maior para aquelas que não recebiam orientações nos serviços de saúde. Conclusão: a análise permitiu identificar os principais marcadores de vulnerabilidade para a infecção do vírus em mulheres em idade fértil, principalmente os de cunho individual, socioeconômico e programático.

Palavras-chave


Doenças Sexualmente Transmissíveis; HIV; Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; Saúde da Mulher; Vulnerabilidade em Saúde.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.20192040274

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

Marca ABEC Completa