Perfil epidemiológico de mães de recém-nascidos admitidos em uma unidade neonatal pública

Mariana Fanstone Ferraresi, Alessandra da Rocha Arrais

Abstract


Objetivo: identificar o perfil epidemiológico de mães de recém-nascidos internados em uma unidade neonatal pública. Métodos: estudo descritivo e transversal, realizado com 57 mães e 58 bebês que ficaram internados na unidade neonatal. Resultados: observou-se que a maioria das mulheres tinha condições sociodemográficas desfavoráveis, apresentou intercorrências na gestação e apesar da maior parte ter realizado o número preconizado de consultas de pré-natal, o internamento do recém-nascido em Unidade especializada leva ao questionamento da qualidade dessa assistência. Conclusão: identificou-se perfil de risco para admissão de recém-nascidos em Unidade especializada, pois a maioria das mulheres tinha condições sociodemográficas desfavoráveis e apresentou intercorrências na gestação.

Keywords


Unidades de Terapia Intensiva Neonatal; Saúde Materno-Infantil; Perfil de Saúde.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v17i6.6453

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


SciELO - Scientific Electronic Library OnlineResultado de imagem para Rede Iberoamericana de Editoração Científica em Enfermagem