Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Revista de Ciências Sociais (RCS) da Universidade Federal do Ceará (UFC) foi criada em 1970 traduzindo o desenvolvimento da pesquisa e das atividades docentes do então Departamento de Ciências Sociais e Filosofia.

A Revista tem como objetivo publicar os resultados de pesquisas empíricas e teóricas, além de resenhas de livros recentes, em Antropologia, Sociologia e Ciência Política em todas as suas sub-áreas ou vertentes metológicas.

RCS aceita submissões de artigos ou resenhas inéditos e que não estejam sendo avaliados para publicação simultaneamente em outro periódico.

 

 

Políticas de Seção

Dossiê

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ensaios

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevistas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A Revista de Ciências Sociais, periódico acadêmico vinculado ao departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará, de publicação semestral até 2017 e quadrimestral a partir de 2018, convida para a submissão de artigos, ensaios, resenhas e propostas de dossiês temáticos.

Os manuscritos são submetidos a avaliação em duplo cego por pares escolhidos de acordo com conhecimento comprovado na área do artigo. Veja as Diretrizes para Autores para maiores informações e clique aqui para iniciar o procedimento de submissão.

É importante atentar que submissões de artigos escritos por mais de um autor deverão obedecer aos critérios de coautoria adotados pela revista e enviar, como anexo, uma declaração atestando a conformidade de acordo com o seguinte modelo.

Artigos que realizem testes estatísticos ou qualitativos deverão enviar os bancos de dados e scripts utilizados como Documentos Suplementares juntamente ao manuscrito, ou disponibilizá-lo de outra forma a fim de permitir a replicação pelos pareceristas.

As resenhas deverão tratar de obras recentes, cuja publicação não exceda os últimos 5 anos.

As propostas de dossiê devem seguir as seguintes instruções

Veja aqui as chamadas para Dossiê em aberto.

 

Periodicidade

De publicação semestral entre 1970 e 2017, RCS passa a ser publicada quadrimestralmente a partir de 2018.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Definição de Coautoria

Para o envio de submissões com mais de um autor, a Comissão Editorial de RCS precisa ser informada sobre a contribuição específica de cada autor(a) nas distintas etapas de elaboração do mesmo.

Entendemos que a atribuição de coautoria deve se dar apenas a quem deu alguma contribuição intelectual significativa para a pesquisa e redação. Seguindo a boa prática da área de Ciências Socias, são aceitos pela revista como coautores somente aqueles que deram uma contribuição acadêmica substancial e direta em pelo menos dois dos componentes típicos de uma pesquisa:

a) Concepção e desenho;
b) Coleta e processamento dos dados;
c) Análise e interpretação dos dados.

Além disso, considera-se imprescindível que cada coautor tenha participado diretamente da redação de partes do texto.

Cada pessoa listada como autor deve, além disso, ter lido as sucessivas versões do texto e aprovar a versão final, sendo assim solidária ética e academicamente com a integralidade do seu conteúdo e por ele respondendo para todos os efeitos.

 

Modelo de Declaração de Coautoria (OBRIGATÓRIO PARA TEXTOS COM MAIS DE UM AUTOR)

Para a submissão de manuscritos com mais de um autor, cada participante deverá preencher uma declaração contendo:

a) Identificação do texto: Título do texto; nome dos co-autores;

b) Identificação do co-autor: Nome, nacionalidade, documento de identidade, endereço completo;

c) Descrição da participação específica em:

1) concepção e desenho da pesquisa;

2) coleta e processamento dos dados;

3) análise e interpretação dos dados;

4) detalhamento da colaboração na elaboração do texto final;

d) Declaração de que aprova a versão final e assume a co-responsabilidade ética e acadêmica pela integralidade do conteúdo.

f) Local, data e assinatura.

Este documento deverá ser anexado, em formato PDF, como documento suplementar, deixando desmarcada a opção “Habilitar documento aos avaliadores”.

 

A Comissão Editorial de RCS se reserva o direito de aceitar ou não a atribuição de coautoria para os respectivos participantes assim declarados.

 

Chamadas para Dossiê em Aberto

Dossiê 'O Supremo Tribunal Federal, o Poder Judiciário e a política':


Desde a promulgação da constituição de 1988, o poder judiciário e o Supremo Tribunal Federal em particular têm aumentado suas atribuições e presença no cenário politico nacional. Instituições judiciais vêm se tornando, de forma cada vez mais explícita, arenas de lutas tipicamente políticas. Acompanhando esse processo, os estudos sobre o judiciário e o supremo têm se desenvolvido em diferentes áreas de conhecimento das ciências humanas e sociais nas últimas duas décadas. Ainda há, porém, lacunas a serem preenchidas quanto ao papel específico que juízes e juízas, do Supremo à primeira instância, vêm exercendo na política brasileira nos últimos.

 

Cada vez mais nos últimos anos, os ministros do Supremo, juízes federais, promotores tem ganhado uma visibilidade nacional na mídia. Contudo, apesar desta mudança, o judiciário ainda se apresenta com frequência como um ator não-politico no cenário nacional. A Operação Lava Jato e o papel dos tribunais na crise política dos últimos anos permitem colocar uma série de questões sobre as formas pelas quais esses atores, essas arenas e sua influencia na política são pensadas pelas ciências sociais no Brasil. 

 

O dossiê temático busca responder as seguintes perguntas:

- Como atores políticos e movimentos sociais têm utilizado o tribunal para promover suas agendas nos últimos anos? Há sinais de mudança em relação à literatura produzida desde os anos 90 sobre judicialização da política?

- Quais papéis o tribunal e seus ministros têm cumprido na crise política dos últimos anos?

- Como variáveis políticas, inclusive partidárias, podem ser utilizadas para explicar o comportamento do tribunal e de seus integrantes?

- Qual tem sido o balanço das decisões do tribunal em áreas como reforma fiscal, reforma trabalhista, federação e reforma política? O tribunal tem sido uma força mais transformadora ou mais conservadora?

- Como as recentes transformações do tribunal se encaixam ou contrastam em tendências maiores perceptíveis em outros países da região?

- Para além da função de controle de constitucionalidade, qual o impacto e o papel, na política nacional, das decisões do tribunal ao julgar autoridades públicas?

- Como a mídia e a opinião pública têm influenciado as decisões do tribunal?

- A justiça do Trabalho e o orçamento público: desafios diferenciados no Poder Judiciário?

- O Poder Judiciário ampliou seus poderes de revisão perante atos ou omissões (in)constitucionais dos poderes políticos?.

- As politicas publicas e a participação dos tribunais: auto restrição ou ativismo?

- Direitos sociais e o Judiciário: a justiciabilidade dos direitos e sua exigibilidade nacional e internacional. 

- Controle de convencionalidade, Direitos humanos e o Supremo: Uma relação difícil?


Organizadores do Dossiê:

Andrés del Río Roldán (UFF) - andres.delrio@gmail.com

Diego Werneck Arguelhes (FGV-Rio) - diego.werneck@fgv.br

 Prazo para Envio de Propostas: 15/12/2017

 

 

--

Dossiê 'A fronteira como campo de pesquisa':

A proposta tem como objetivo reunir trabalhos que ousam pensar as fronteiras internacionais desde os espaços transfronteiriços. A ideia consiste em compor um dossiê com resultados de pesquisas sobre temáticas que permeiam os estudos sociológicos em regiões de fronteira. Trata-se de uma inciativa pautada na compreensão de que as fronteiras nacionais são espaços sociais complexos e repletos de especificidades que permitem pensar variados problemas sociais. A fronteira não é apenas um campo, mas uma experiência social constituinte de formas de ver, sentir e agir em contextos sociais de aproximação e distanciamento, acordos e conflitos, estruturas e agenciamentos. Nas fronteiras, observa-se como são tecidas as forças instituintes do que deve ser uma sociedade, um Estado nacional e um governo ao mesmo tempo em que se desenvolvem práticas que questionam a legitimidade das ordens vigentes. As realidades transfronteiriças, em geral, revelam as contradições de sistemas sociais permeados por ilegalismos e resistências que tencionam as relações de poder que organizam e dão sentido a vida política e moral de uma sociedade. Interessa ao dossiê perceber essas tensões que emanam das fronteiras nacionais, reunindo trabalhos que possam falar sobre como é viver, conviver e se mover nas margens de Estados nacionais e entre Estados nacionais, com culturas e realidades nacionais diferentes e, em determinados casos, divergentes. Importa ao dossiê saber o que acontece nas fronteiras, quais são seus trânsitos e suas maneiras de inventar rotinas entre territórios e pessoas com experiências nacionais que se encontram entre o que lhes é próximo e distante. Portanto, cumpre ao dossiê reunir pesquisas sociológicas sobre as peculiaridades de mundos transfronteiriços a partir de diferentes pontos de vista e problemas pertinentes a investigações realizadas nas fronteiras internacionais.

Organizadores:

Eric Gustavo Cardin (UNIOESTE) - eric_cardin@hotmail.com

José Lindomar Coelho Albuquerque (UNIFESP) - joselindomar74@gmail.com

Luiz Fábio Silva Paiva (UFC) - luizfabiopaiva@gmail.com

 

Prazo para Envio de Propostas: 05/03/2018

 

 

 

 

Indexadores

  Resultado de imagem para logo google scholar