Novos sujeitos, novos direitos e cidadania

pluralismos e perspectivas do Sul – Aspectos iniciais

Resumo

Uma pergunta que norteia o nosso dossiê é: a garantia de novos direitos resultou em efetivação da cidadania para os novos sujeitos? Assim, o dossiê buscou acolher estudos inéditos, preferencialmente derivados de pesquisas empíricas, que realizam o diálogo entre a Ciência Política, a Sociologia, a História, o Direito e outras áreas afins, e que de alguma forma respondem a nossa pergunta norteadora. Portanto, é a partir da linguagem e dos estudos de autores do Sul, sem desprezar os ensinamentos que possuem pertinência e que são do norte, que é possível analisar com maior fidedignidade os novos sujeitos, posto que, eles não estão falando de fora, dos gabinetes, muitas vezes é o próprio sujeito falando sobre si. Portanto, o dossiê “Novos sujeitos, novos direitos e cidadania: perspectivas do Sul”, propôs-se a estimular a elaboração de análises que refletissem sobre os novos sujeitos e novos direitos a partir de autores, epistemologias e debates do Sul.

Biografia do Autor

Danielle Araújo, Universidade Federal do Sul da Bahia

Doutoranda em Estado e Sociedade no Programa de Pós-graduação da Universidade Federal do Sul da Bahia. Especialista em Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos na ENSP/Fiocruz. Formada em Direito na PUC/RJ.

Publicado
2019-09-30
Seção
Dossiê: Novos sujeitos, novos direitos e cidadania: pluralismos e perspectivas do Sul