Protocolo de manejo de suspeita de infecção viral de vias respiratórias em pacientes com neoplasia hematológica do serviço de hematologia e transplante de medula óssea do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC)

Élida Lívia Rafael Dantas, Luany Elvira Mesquita Carvalho, Beatriz Stela Gomes de Souza Araújo, Maria da Silva Pitombeira, Caroline Mary Gurgel Dias Florêncio, Fernanda Edna Araújo Moura, Daniel Mazza, Eveline Santana Girão, Jacques Kaufman, João Paulo Vasconcelos Leitão, Jorge Luiz Nobre Rodrigues, Karine Sampaio Nunes Barroso, Rosângela de Albuquerque Ribeiro, Fernando Barroso Duarte

Resumo


Infecção respiratória viral é causa significativa de morbi-mortalidade em paciente com doenças hematológicas. Deve ser suspeitado sempre que houver sintomas como coriza, obstrução nasal, odinofagia, tosse e dispnéia e deve-se seguir à identificação viral, quando possível. Os casos podem ser classificados como possível, provável ou confirmado. E observando-se o risco de progressão da infecção para vias aéreas inferiores, o diagnóstico deve ser precoce e as medidas terapêuticas específicas aos vírus bem como medidas de controle da infecção no ambiente hospitalar devem ser prontamente tomadas. O presente trabalho visa descrever um protocolo de manejo da infecção viral de vias respiratórias em pacientes com neoplasia hematológica dentro do Serviço de Hematologia e Transplante de medula do Hospital Universitário Walter Cantídio.


Palavras-chave


Neutropenia febril; Infecção respiratória; Vírus.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.20513/2447-6595.2015v55n1p43-46

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista de Medicina da UFC

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Diretórios:

PKP          


Indexação:

Google AcadêmicoCrossrefCrossref