Perfil do uso de agentes biológicos no tratamento da artrite reumatoide: experiência do Hospital Universitário Walter Cantídio

  • Raquel Telles Quixadá Lima Reumatologista pela Universidade Federal do Ceará; Hospital Universitário Walter Cantídio
  • Mailze Campos Bezerra Universidade Federal do Ceará; Hospital Universitário Walter Cantídio
  • Ádilla Thaysa Mendes Ribeiro Estudante de medicina da Universidade Federal do Ceará
  • Marta Maria das Chagas Medeiros Professora titular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Artrite reumatoide, Terapêutica, Agentes antirreumáticos, Terapia biológica, Tuberculose latente.

Resumo

O tratamento da artrite reumatoide (AR) visa prevenir dano articular irreversível e inclui o uso de drogas sintéticas e biológicas. O objetivo deste estudo foi avaliar o perfil do uso de imunobiológicos na artrite reumatoide, no serviço de reumatologia do HUWC. Este estudo observacional, retrospectivo e transversal, identificou 131 pacientes com AR, em uso atual ou nos últimos 5 anos de agentes biológicos. Foram coletados, em entrevista e revisão de prontuário, dados demográficos, clínicos e terapêuticos, incluindo a presença de eventos adversos e infecções relacionadas às drogas prescritas. Nossa amostra se constituiu de subgrupo de pacientes com doença grave e baixo nível socioeconômico. Os imunobiológicos mais utilizados foram os anti-TNF. Cerca de metade dos pacientes apresentou screening positivo para TB latente. O perfil de uso dos agentes biológicos no tratamento dos pacientes com diagnóstico de AR encontra-se em concordância com as recomendações clínicas vigentes.

Biografia do Autor

Mailze Campos Bezerra, Universidade Federal do Ceará; Hospital Universitário Walter Cantídio
Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Ceará (1998), residência médica em Clínica Médica (1999-2001) na Universidade Federal do Ceará e em Reumatologia (2001-2003) na Universidade de São Paulo; Doutorado em Ciências, Área de Concentração em Reumatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (2007). Atualmente, é Médica Assistente do Hospital Geral de Fortaleza, Médica Assistente do Hospital Universitário Walter Cantídeo, membro da Sociedade Cearense de Reumatologia e da Sociedade Brasileira de Reumatologia. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Reumatologia, atuando principalmente em doenças oateometabólicas, esclerodermia e terapia biológica.
Ádilla Thaysa Mendes Ribeiro, Estudante de medicina da Universidade Federal do Ceará
Acadêmica do 7º semestre de Medicina da Universidade Federal do Ceará - Fortaleza. Integrante da Liga de Medicina Clínica Dr. Paulo Marcelo Martins Rodrigues, vinculado ao Departamento de Medicina Clínica da UFC. Bolsista de Iniciação Científica do PIBIC, sob orientação da Profa. Marta Maria das Chagas Medeiros.
Marta Maria das Chagas Medeiros, Professora titular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará
Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Ceará (1982), realizou Residência em Clínica Médica no Hospital Universitário Walter Cantídio-UFC (1983-1984), residência em Reumatologia em Ribeirão Preto-USP (1985-1986), mestrado em Medicina (Reumatologia) pela Universidade de São Paulo (1987-1988) e doutorado em Reumatologia pela Universidade Federal de São Paulo (1996-1998). Em 1996 realizou curso de Epidemiologia Clínica em São paulo com carga horária de 381 horas na UNIFESP-SP. Em 2008 ganhou bolsa do American College of Physician (ACP) para treinamento (fellowship) no serviço de reumatologia da Universidade de Toronto (Canada), onde permaneceu de junho a julho de 2008. É professora associada da Universidade Federal do Ceará desde 1989, onde desempenha atividades acadêmicas (Semiologia, Reumatologia, Internato, Residência), extensão e pesquisa. Foi coordenadora do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Walter Cantídio/UFC, coordenadora da disciplina de Reumatologia da Faculdade de medicina/UFC, coordenadora da Monitoria de Reumatologia do departamento Medicina Clínica da UFC, chefe do serviço de Reumatologia do HUWC-UFC, sub-chefe do Departamento de Medicina Clínica da Faculdade de Medicina da UFC e supervisora da Residência em Reumatologia do HUWC/UFC. É membra da Sociedade Brasileira de Reumatologia e do ACP. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Reumatologia, atuando principalmente nos seguintes temas: medicina baseada em evidências, lupus eritematoso sistêmico, artrite reumatóide, epidemiologia clínica e ética em pesquisa. Em 2012 submeteu-se a concurso público para cargo de professor titular da UFC, onde assume esse cargo desde então.
Publicado
2015-12-31
Seção
ARTIGOS ORIGINAIS