Manifestações extra intestinais de espectros da doença inflamatória intestinal em crianças e adolescentes: artigo de revisão

  • Mara Larissa Alves Marques Universidade Federal do Ceará
  • Marcos Paulo Fernandes Patrício Universidade Federal do Ceará (UFC)
Palavras-chave: Doença de Chron, Colite ulcerativa, Criança, Adolescente

Resumo

A doença inflamatória intestinal (DII) caracteriza-se pela inflamação crônica e idiopática do trato gastrointestinal que incluem doença de Chron (DC), retocolite ulcerativa (RCU) e as colites indeterminadas (CI); nas crianças, que correspondem a cerca de 10% dos casos nos EUA, há comumente história familiar de DII, sugerindo associação genética. Fatores ambientais também estariam relacionados como fatores de risco ou protetores. Geralmente os pacientes pediátricos apresentam quadros iniciais mais graves e extensos da doença, como comprometimento nutricional, atraso de crescimento e puberdade, bem como maior prevalência de sintomas extra intestinais. Podem ser de apresentações e gravidade variáveis, acometendo olhos, rins, articulações, dentre outros. Este estudo se propõe a descrever as principais manifestações extra intestinais mais comuns em pacientes com doença inflamatória intestinal na população pediátrica, a partir de revisão de literatura.

Biografia do Autor

Mara Larissa Alves Marques, Universidade Federal do Ceará

Médica, Residência em Pediatria, Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), Título de Especialista em Pediatria, Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP).

Marcos Paulo Fernandes Patrício, Universidade Federal do Ceará (UFC)

Médico, Residente de Pediatria, Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC).

Publicado
2019-03-29
Seção
ARTIGOS DE REVISÃO