ANÁLISE DO SONETO “GOD’S GRANDEUR” DE G.M. HOPKINS NATRADUÇÃO DE AUGUSTO DE CAMPOS

  • Patrícia Anne Vaughan

Resumo

O presente artigo objetiva uma análise do soneto “God ́s Grandeur” (“A Grandeza de Deus”), escrito pelo poeta britânico, Gerard Manley Hopkins, em 1877 e traduzido para a língua portuguesa por Augusto de Campos no seu livro A Beleza Difícil, publicado em 1997. A análise examina a tradução de Campos quanto a sua fidelidade ao pensamento, à linguagem e à poética do autor.

Referências

BASSNETT, S. Translation Studies (revised edition), London/NewYork: Routledge, 1988.

HOPKINS, G. M. A Beleza Difícil, Tradução de Augusto de Campos. São Paulo: Editora

Perspectiva, 1997.

GARDNER, W. H.; MACKENZIE, N.H.(eds.). The Poems of Gerard Manley Hopkins,

London: Oxford University Press, 1959.

GOMES, A. O. Gerard Manley Hopkins: Poemas, São Paulo, Companhia das Letras, 1989,

HOUSE, H.; GRAHAM, S. (eds). The Journals and Papers of Gerard Manley Hopkins,

London: Oxford University Press, 1959.

MILTON, J. Tradução: Teoria e Prática. São Paulo: Editora Martins Fontes, 1998.

OLIVEIRA, A. G. Gerard Manley Hopkins: Poemas. São Paulo: Companhia das Letras,

PERRINE, L. Literature, structure, sound, and sense. New York: Harcourt Brace Jovanovich,

VAUGHAN, A. P. Convergences of Ignatian and Scotist Elements in the Poetry of Gerard

Manley Hopkins. Doctoral Dissertation, Departament of English, University of NotreDame,

South Bend, Indiana (USA), 1984.

Seção
Artigos