MACBETH E O CINEMA NOIR: LADY MACBETH COMO UMA FEMME FATALE?

  • Lucyana do Amaral Brilhante

Resumo

A posição de relevo da obra shakespeariana sempre colaborou para estimular as releituras de suas peças, que se apresentam nas mais variadas formas, seja na criação de diferentes montagens, na publicação de críticas literárias, ou ainda em suas inúmeras adaptações para o meio audiovisual.Neste artigo, apreciamos uma releitura de Macbeth para o cinema, fixando-nos na construção da personagem Lady Macbeth. Uma vez que o filme em análise –Joe Macbeth–parece adotar os traços associados ao repertório noir, parece-nos apropriado questionar como a problemática do conflito entre os papéis do masculino/feminino, uma das temáticas mais corriqueiramente vinculadas a esse “gênero”, afeta a representação da personagem shakespeariana. Nessa perspectiva, desejamos avaliar até que ponto essa reconfiguração constituiria uma adequação fechada a um dos “tipos” femininos consagrados pelo noir,ou ainda, se a constituição da personagem rejeita os elementos da caracterização desses arquétipos. Aanálise está fundamentada nas discussões sobre a constituição do noir, proposta por Mascarello (2006), e no questionamento levantado por Hordnes (1998), Blaser (2008) e Cowie (1993) a cerca dos papéis masculino/feminino nesse gênero.

Referências

BLASER, J. No place for a woman: the family in film noir. 2008. Disponível em:<http://www.filmnoirstudies.com/essays/no_place.asp>. Acesso em: 03 fev. 2013.

COWIE, E. Film noir and women. In: COPJEC, J. (Org.) Shades of noir. Londres: Verso, 1993.

DOUBLE INDEMNITY. Direção Billy Wilder. Roteiro Billy Wilder; Raymond Chandler. USA: Paramount Pictures, 1944.

GREENBLATT, S. General Introduction. In: GREENBLATT, S. et. al. (Eds.). The Norton Shakespeare. 2nd ed. London / New York: W. W. Norton, 2008.

HORDNES, L. Women in film noir. In: HORDNES, L. Does film noir mirror the culture of contemporary America? 1998. Disponível em:<http://www.let.rug.nl/usa/essays/general/does-film-noir-mirror-the-culture/introduction.php>. Acesso em: 17 fev. 2013.

JOE MACBETH. Direção Kenneth Hughes. Roteiro Philip Yordan. England/ USA: Columbia Pictures, 1956.

MASCARELLO, F. Filme noir. In: MASCARELLO, F. (Org.) História do cinema mundial. Campinas, SP: Papirus, 2006.

SHAKESPEARE, W. Macbeth. In: ______. William Shakespeare: Obra completa. Tradução de Fernando Carlos de Almeida Cunha Medeiros e Oscar Mendes. v. I. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1995. p. 479-528.

Publicado
2015-06-26
Seção
Artigos