Audiodescrição na escola: uma proposta de sequência didática

  • Sâmia Araújo dos Santos;Thais Yuli Nogueira Sales

Resumo

O presente artigo traz uma interface Audiodescrição (AD) e Letramento literário em uma sequência didática (COSSON, 2014) do livro de literatura infanto-juvenil O amor nos tempos do blog, de Vinicius Campos, da editora Companhia das Letras para alunos videntes do 7º ano do ensino fundamental de uma escola privada regular. O objetivo do trabalho é apresentar uma sequência didática que propõe aos alunos o conhecimento e a discussão acerca da AD e da necessidade de uma modalidade da Tradução ser inserida em nossa sociedade para os produtos culturais serem acessíveis às pessoas com deficiência visual e estas terem acesso à cultura. Para tal pesquisa, os estudos de Santos (2018) e Cosson (2014) serviram como embasamento teórico para direcionar as discussões acerca da Audiodescrição e do Letramento literário.  A AD é uma modalidade dos estudos da Tradução e tem por objetivo transmutar imagens em palavras de qualquer produto cultural para torná-lo acessível à pessoa com deficiência visual (SANTOS, 2018). Já o Letramento tem como habilidades a leitura e a escrita em um contexto específico sendo ativadas à medida que são usadas pelos seus sujeitos em práticas sociais. Dessa forma propomos uma sequência básica (COSSON, 2014) com Letramento literário com o objetivo de refletir acerca da acessibilidade através de uma sequência didática da obra literária infanto-juvenil já citada. Essa proposta revelou o quão importante esse tipo de sequência se torna quando incorporada ao cotidiano da sala de aula, pois os alunos tiveram a oportunidade de compreender e de refletir sobre situações de inclusão que nem sempre são amplamente divulgadas, ou até mesmo vivenciadas.

 

Palavras-chave: Audiodescrição; Letramento Literário; Sequência didática.

Publicado
2019-08-21