A BRIEF SCENARIO OF THE ESTUARINE MESOZOOPLANKTON IN NORTHEASTERN BRAZIL: A TOOL FOR CONSERVATION

Tatiane Martins Garcia, Helena Matthews Cascon, Takako Matsumura Tundisi, Sigrid Neumann Leitão

Resumo


A costa brasileira se estende por todo o Oceano Atlântico ocidental, abrangendo 7.367 km, sendo dividida em  cinco setores, dos quais três estão localizados na região Nordeste. Nesses setores, os estuários podem ser classificados como  permanentes ou temporários, estes últimos com características estuarinas apenas durante parte do ano. Estudos sobre o  mesozooplâncton estuarino nessa região têm sido realizados desde 1960. Durante a estação chuvosa, as espécies marinhas  penetram no estuário durante a maré alta, enquanto ma maré baixa as espécies límnicas habitam esse ecossistema. Na  estação seca, há uma contribuição menor de água doce para o estuário, com influência marinha mais pronunciada; nessas  condições a comunidade zooplanctônica é composta por organismos marinhos eurialinos. Esta abordagem deve ser  incentivada, assim como os estudos no âmbito de toda a região Nordeste, pois existem muitos estuários onde esse grupo  taxonômico nunca foi investigado.  


Palavras-chave


mesozooplâncton, estuário, revisão bibliográfica, conservação, Nordeste do Brasil

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Arquivos de Ciências do Mar