EVIDENCIAÇÃO AMBIENTAL: ANÁLISE COMPARATIVA MULTISSETORIAL ENTRE BRASIL, ESTADOS UNIDOS E INGLATERRA

  • Alex Mussoi Ribeiro
  • Letícia Fátima Nascimento
  • Hans Michael van Bellen
Palavras-chave: Evidenciação. Ambiental. Brasil. Comparação, Multissetorial.

Resumo

A finalidade deste trabalho é avaliar o nível de evidenciaçãoambiental nos relatórios anuais de empresas brasileiras emcomparação ao nível de evidenciação ambiental apresentadonos relatórios de empresas que atuam em países economicamentedesenvolvidos. Os dados foram coletados dosrelatórios anuais de 2007 e a amostra foi composta decompanhias que pertencem a três setores econômicos: água esaneamento, petróleo e siderurgia. O País com maior índicede evidenciação foi a Inglaterra, seguida pelos EstadosUnidos e Brasil. Individualmente, o setor com maiordestaque é o de água e saneamento, com o maior índice deevidenciação. No tipo de informação mais evidenciada houveum equilíbrio entre informações econômicas e outrasinformações ambientais com destaque para a categoria deinformações litigiosas. Na análise dos demonstrativoscontábeis, as notas explicativas foram as preferidas paraevidenciar informações ambientais. O país que mais utilizaesse canal é o Brasil seguido pelos Estados Unidos.

Biografia do Autor

Alex Mussoi Ribeiro
Bacharel em Ciências Contábeis pela UFRGS ,Especialista em Controladoria e Contabilidade pela UFRGS e Mestre em Contabilidade pela UFSC
Letícia Fátima Nascimento
Bacharel em Ciências Contábeis, Mestranda em Contabilidade e Professora do Departamento de Contabilidade da Universidade Federal de Santa Catarina
Hans Michael van Bellen
Mestrado em Administração pela UFSC, Doutorado em Prog. de Coop. Internacional - Dout. Sandwich pela Universität Dortmund, Doutorado em Engenharia de Produção pela UFSC. Professor Adjunto da UFSC
Publicado
2009-06-30
Como Citar
Ribeiro, A. M., Nascimento, L. F., & Michael van Bellen, H. (2009). EVIDENCIAÇÃO AMBIENTAL: ANÁLISE COMPARATIVA MULTISSETORIAL ENTRE BRASIL, ESTADOS UNIDOS E INGLATERRA. Contextus – Revista Contemporânea De Economia E Gestão, 7(1), 7-22. https://doi.org/10.19094/contextus.v7i1.32100
Seção
Artigos