AVALIAÇÃO DOS REFLEXOS ECONÔMICO-FINANCEIROS DOS INCENTIVOS À INOVAÇÃO DA FINEP NAS COMPANHIAS ABERTAS DO BRASIL

  • Paulo Henrique Nobre Parente Estudante do Curso de Mestrado em Administração e Controladoria da Universidade Federal do Ceará (UFC).
  • Alessandra Carvalho de Vasconcelos Professora do Programa de Pós Graduação em Administração e Controladoria (PPAC) e do curso de graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Ceará (UFC).
  • Jackline Lucas Souza Professora do curso de Ciências Contábeis Universidade Federal do Ceará
  • José Maurício Lima Braga Graduando do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Ceará (UFC).
Palavras-chave: Incentivos governamentais. Inovação. Desempenho empresarial.

Resumo

O presente estudo tem por objetivo avaliar dos reflexos econômico-financeiros dos incentivos à inovação da FINEP nas empresas de capital aberto do Brasil. Caracteriza-se como descritivo e se baseia em uma amostra de 37 empresas contempladas com incentivos da FINEP no período de 2008 a 2012. Constatou-se que os incentivos da FINEP causaram diferentes reflexos no desempenho econômico-financeiro das empresas, com efeito mais favorável às organizações inovadoras, quando comparadas com as não inovadoras. A análise dos índices de rentabilidade revelou que, diferentemente do esperado, apenas o giro do ativo das entidades melhorou após o recebimento dos incentivos à inovação.

Biografia do Autor

Paulo Henrique Nobre Parente, Estudante do Curso de Mestrado em Administração e Controladoria da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Mestrando em Administração e Controladoria pelo Programa de Pós Graduação em Administração e Controladoria (PPAC) da Universidade Federal do Ceará (UFC)

Alessandra Carvalho de Vasconcelos, Professora do Programa de Pós Graduação em Administração e Controladoria (PPAC) e do curso de graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Ceará (UFC).
Departamento de Contabilidade da Universidade Federal do Ceará (UFC) da Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado (FEAAC)
Jackline Lucas Souza, Professora do curso de Ciências Contábeis Universidade Federal do Ceará
Departamento de Contabilidade da Universidade Federal do Ceará (UFC) da Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado (FEAAC)
José Maurício Lima Braga, Graduando do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Ceará (UFC).
Curso de Graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará (UFC)
Publicado
2014-10-31
Seção
Artigos