ANÁLISE DA PERSISTÊNCIA DO LUCRO DIANTE DOS ACCRUALS DISCRICIONÁRIOS: UM ESTUDO COM BASE NO IMPACTO DA ADOÇÃO DAS IFRS

Resumo

A diferença entre o fluxo de caixa e o resultado do exercício chama-se accrual. Esta medida divide-se em uma parcela discricionária, proxy de gerenciamento de resultados, e outra não discricionária, natural das atividades operacionais. A implementação das normas internacionais de contabilidade (IFRS) gerou potencial de mudanças no volume da parcela discricionária. Dela espera-se um prejuízo na persistência dos lucros dado seu caráter arbitrário. Portanto, este estudo analisou o impacto dos accruals discricionários na persistência dos lucros das empresas da B3, considerando a adoção das IFRS. Diante de uma estimação com dados em painel de 100 diferentes empresas, há indícios contrários à lógica de deterioração da persistência pelos accruals discricionários. A explicação reside no gerenciamento de resultados não oportunísticos, que auxilia investidores na tomada de decisão. Ademais, a adoção das IFRS não implica reflexos na relação das acumulações discricionárias com a persistência dos lucros, diferentemente do esperado conforme estudos anteriores.

Biografia do Autor

Ronan Reis Marçal, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Mestre em Ciências Contábeis pela UFRJ e Bacharel em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário Carioca (UNICARIOCA). Foi professor substituto da UFRJ entre 2018 e 2019 ministrando aulas de Matemática Financeira e Estatística II. Tem como principais interesses as pesquisas positivistas em contabilidade e os métodos quantitativos atrelados à Contabilometria.
Marcelo Alvaro da Silva Macedo, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Possui graduação em Administração Pública e de Empresas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1994), Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal Fluminense (1998), Doutorado em Engenharia de Produção pela COPPE-UFRJ (2006) e Pós-Doutorado em Controladoria e Contabilidade pela FEA-USP (2010). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Rio de Janeiro no Departamento de Contabilidade da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC). Tem atuado na área de Ciências Contábeis, com ênfase em Desempenho Organizacional, Controladoria e Finanças Corporativas, Teoria da Decisão e Métodos Quantitativos Aplicados.

Referências

AHMED, K.; CHALMERS, K.; KHLIF, H. A Meta-Analysis of IFRS Adoption Effects. The International Journal of Accouting, v. 48, p. 173-217, 2013.

ALMEIDA, J. E. F. Qualidade da informação contábil em ambientes competitivos. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade: Contabilidade) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

ALMEIDA, J. E. F.; LOPES, A. B.; CORRAR, L. J. Gerenciamento de resultados para sustentar a expectativa do mercado de capitais: impactos no índice market-to-book. Advances in Scientific and Applied Accounting, v. 4, n. 1, p. 44-62, 2011.

ARYA, A.; GLOVER, S.; SUNDER, S. Are Unmanaged Earnings Always Better for Shareholders? Accounting Horizons, v. 17, Supplement, p. 111-116, 2003.

BARTH, M. E.; LANDSMAN, W. R.; LANG, M. H. International Accounting Standards and accounting quality. Journal of Accounting Research, v. 46, n. 3, p. 467–498, 2008.

BOINA, T. M.; MACEDO, M. A. S. Capacidade preditiva de accruals antes e após as IFRS no mercado acionário brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças, v. 29, n. 78, p. 375-389, 2018.

BRASIL. Lei 11.638, de 28 de dezembro de 2007. Altera e revoga dispositivos da Lei no 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e da Lei no 6.385, de 7 de dezembro de 1976, e estende às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonstrações financeiras. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11638.htm. Acesso em: 01 nov. 2018.

CALLAO, J.; JARNE, J. I. “Have IFRS Affected Earnings Management in the European Union?” Accounting in Europe, v. 7, N. 2, p. 159-189, 2010.

CARDOSO, R. L.; SOUZA, F. S. R. N.; DANTAS, M. M. Impactos da adoção do IFRS na acumulação discricionária e na pesquisa em gerenciamento de resultados no brasil. Revista Universo Contábil, v. 11, n. 2, p. 65-84, 2015.

CHAN, K. H.; LIN, K. Z.; MO, P. L. L. Will a departure from tax-based accounting encourage tax noncompliance? Archival evidence from a transition economy. Journal of Accounting and Economics, v. 50, n. 1, p. 58-73, 2010.

CHEN, H.; TANG, Q.; JIANG, Y.; LIN, Z. The role of International Financial Reporting Standards in accounting quality: Evidence from the European Union. Journal of International Financial Management and Accounting, v. 21, n. 3, p. 220–278, 2010.

CONSONI, S.; COLAUTO, R.; LIMA, G. A. S. F. A divulgação voluntária e o gerenciamento de resultados contábeis: evidências no mercado de capitais brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças, v. 28, n. 74, p. 249-263, 2017. DOI 10.1590/1808-057x201703360.

CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. Análise Multivariada: para os cursos de Administração, Contábeis e Economia. São Paulo: Atlas, 2007. 642p.

CUPERTINO, C. M. Anomalia dos accruals no mercado brasileiro de capitais. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção). Universidade Federal de Santa Catarina, 2010.

DASKE, H. Economic benefits of adopting IFRS or US-GAAP: have the expected cost of equity capital really decreased? Journal of Business Finance and Accounting, v. 33, p. 329-373, 2006.

DECHOW, P. M.; DICHEV, I. D. The quality of accruals and earnings: the role of accrual estimation errors. The Accounting Review, v. 77, p. 35-59, 2002.

DECHOW, P. M.; GE, W.; SCHRAND, C. M. Understanding earnings quality: A review of the proxies, their determinants and their consequences. Journal of Accounting and Economics, v. 50, n. 2, p. 344-401, 2010.

DECHOW, P. M.; GE, W. The persistence of earnings and cash flows and the role of special items: Implications for the accrual anomaly. Review of Accounting studies, v. 11, n. 2-3, p. 253-296, 2006.

DECHOW, P. M.; SCHRAND, C. M. Earnings quality. New York, NY: Research of Foundation of CFA Institute. 2004. Disponível em http://www.cfapubs.org/doi/pdf/10.2470/rf.v2004.n3.3927. Acesso em: 17 jul. 2018.

DECHOW, P. M.; SLOAN, R.; SWEENEY, A. Detecting Earnings Managements. The Accounting Review, v. 70, n. 2, p. 193-225, 1995.

DICHEV, I. D.; GRAHAM, J. R.; HARVEY, C. R.; RAJGOPAL, S. Earnings quality: Evidence from the field. Journal of Accounting and Economics, v. 56, n. 2-3, p. 1-33, 2013.

DICHEV, I. D.; GRAHAM, J. R.; HARVEY, C. R.; RAJGOPAL, S. The Misrepresentation of Earnings. SSRN Electronic Journal, p. 1-23, 2014. doi:10.2139/ssrn.2376408

DRUKKER, D. M. Testing for serial correlation in linear panel-data models. The Stata Journal, v. 3, n. 2, p. 168- 177, 2003.

FÁVERO, L. P.; BELFIORE, P.; SILVA, F. L.; CHAN, B. L. Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

GRAHAM, J. R.; HARVEY, C. R.; RAJGOPAL, S. The economic implications of corporate financial reporting. Journal of Accounting and Economics, v. 40, n. 1-3, p. 3-73, 2005.

GRECCO, M. C. P.; GERON, C. M. S.; GRECCO, G. B.; LIMA, J. P. C. The effect of IFRS on earnings management in Brazilian non-financial public companies. Emerging Markets Review, v. 21, p. 42-66, 2014.

GREENE, W. H. Econometric Analysis. 5. ed. New Jersey: Prentice Hall, 2003.

GUJARATI, D. N.; PORTER, D. C. Econometria básica. 5. ed. Porto Alegre: AMGH, 2011. 924p.

HEALY, P. M.; WAHLEN, J. M. A Review of the Earnings Management Literature and Its Implications for Standard Setting. Accounting Horizons, v. 13, n. 4, p. 365–383, 1999.

HENDRIKSEN, E. S.; VAN BREDA, M. F. Teoria da Contabilidade. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

HOECHLE, D. Robust Standard Errors for Panel Regressions with Cross-Sectional Dependence. The Stata Journal, v. 7, n. 3, p. 281-312, 2007.

INTERNATIONAL ACCOUNTING STANDARDS BOARD (IASB). The Conceptual Framework for Financial Reporting. September 2010. Disponível em: <http://eifrs.ifrs.org>. Acesso em: 25 mai. 2018.

JOIA, R. M.; NAKAO, S. H. Adopción de IFRS y gerenciamento de resultado em las empresas brasileñas de capital abierto. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 8, n. 1, p. 22-38, 2014.

KLANN, R. C.; BEUREN, I. M. Gerenciamento de Resultados: análise comparativa de empresas brasileiras e inglesas antes e após a adoção das IFRSs. In: Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração. 36., 2012, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro, ANPAD, 2012.

KOTHARI, S. P. Capital Markets Research in Accounting. Journal of Accounting and Economics, v. 31, p. 105-231, 2001.

KOLOZSVARI, A. C.; MACEDO, M. A. S. Análise da Influência da Presença da Suavização de Resultados sobre a Persistência dos Lucros no Mercado Brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças, v. 27, n. 72, p. 306-319, 2016.

KOLOZSVARI, A. C.; MACEDO, M. A. S. A Relação entre Suavização, Persistência e a Adoção dos IFRS. Revista Brasileira de Finanças, v. 16, n. 2, p. 251-284, 2018.

LEAL, L. T. Y.; GIRÃO, L. F. A. P.; LUCENA, W. G. L.; MARTINS, V. G. Persistence, value relevance, and accruals quality in extreme earnings and cash flow situations. RAM, Revista de Administração da Mackenzie, v. 18, n. 3, p. 203-231, 2017.

LEUZ, C.; NANDA, D.; WYSOCKI, P. D. Earnings management and investor protection: An international comparison. Journal of Financial Economics, v. 69, n. 3, p. 505–527, 2003.

LEV, B. Some economic determinants of time-series properties of earnings. Journal of Accounting and Economics, v. 5, p. 31-48, 1983.

LOPES, A. B.; MARTINS, E. Teoria da Contabilidade: uma nova abordagem. São Paulo: Atlas, 2005.

MARTINEZ, A. L. Detectando Earnings Management no Brasil: estimando os accruals discricionários. Revista de Contabilidade & Finanças, v. 19, n. 46, p. 7-17, 2008.

MARTINS, G. de A.; THEÓPHILO, C. R. Metodologia da Investigação Científica para Ciências Sociais Aplicadas. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2009. 247p.

NISSIM, D.; PENMAN, S. Ratio analysis and equity valuation: from research to practice. Review of Accounting Studies, v. 6, p. 109–154, 2001.

PAULO, E. Manipulação das informações contábeis: uma análise teórica e empírica sobre os modelos operacionais de detecção de gerenciamento de resultados. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis). Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, 2007.

PAULO, E.; CAVALCANTE, P. R. N.; MELO, I. I. S. L. Qualidade das informações contábeis na oferta pública de ações e debêntures pelas companhias abertas brasileiras. Brazilian Business Review, v. 9, n. 1, p. 1-26, 2012.

PALEPU, K. G.; HEALY, P. M.; BERNARD, V. L. Business Analysis Evaluation: Using Financial Statements. 3. ed. Ohio: Thomson Learning, 2004.

PRATHER-KINSEY, J.; SHELTON, S. W. IAS versus U.S. GAAP: Assessing the quality of financial reporting in South Africa, the United Kingdom, and the United States. Advances in International Accounting, v. 18, p. 153–16, 2005.

ROGERS, W. Regression Standard Errors in Clustered Samples. Stata Technical Bulletin Reprints. v. 3., p. 88-94, 1994.

SCOTT, W. R. Financial Accounting Theory. 3rd. Ed. Toronto: Prentice Hall, 2003.

SINCERRE, B. P.; SAMPAIO J. O.; FAMÁ, R.; SANTOS, J. O. Emissão de Dívida e Gerenciamento de Resultados. Revista de Contabilidade & Finanças, v. 27, n. 72, p. 291-305, 2016.

SLOAN, R. G. Do stock prices fully reflect information in accruals and cash flows about future earnings? The Accounting Review, v. 17, n. 3, p. 289-315, 1996.

TAKAMATSU, R. T.; FÁVERO, L. P. Accruals, Persistence of Profits and Stock Returns in Brazilian Public Companies. Modern Economy, v. 4, n. 2, p. 109-118, 2013.

VAN TENDELOO, B.; VANSTRAELEN, A. Earnings management under German GAAP versus IFRS. European Accounting Review, v. 14, n. 1, p. 155–180, 2005.

XIE, H. The Mispricing of Abnormal Accruals. The Accounting Review, v.76, n. 3, p. 357-373, 2001.

Publicado
2019-08-16
Seção
Artigos